Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

15 Novembro de 2017 | 00h30 - Actualizado em 15 Novembro de 2017 | 00h30

EUA: Endividamento dos americanos continua a subir, diz Fed de NY

Nova Iorque - O endividamento dos consumidores americanos continuou a subir no terceiro trimestre, superando o recorde estabelecido nos três meses anteriores, em meio a sinais de risco, afirmou o Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos EUA) de Nova Iorque nesta terça-feira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A inadimplência nos cartões de crédito e no financiamento de automóveis está crescendo.

Os empréstimos para compra de veículos mantiveram a expansão, chegando ao segundo nível mais alto em mais de uma década, de acordo com o último relatório trimestral.

 A dívida total das famílias americanas saltou 116 bilhões, quase um porcento, a pouco menos de 13 trilhões de dólares, superando o trimestre entre Abril e Junho, que foi o mais alto desde o começo da crise financeira global em 2008.

O volume da dívida que está em atraso - com pagamentos mais de 90 dias após o vencimento - aumentou ligeiramente, a 4,9 porcento.

As hipotecas representam a maior parte dos empréstimos, a 8,7 trilhões de dólares, uma alta de 52 bilhões ante o trimestre anterior. As dívidas de empréstimos estudantis chegam a 1,4 trilhão, alta de 13 bilhões.

Mas o mercado de financiamento de automóveis chama atenção particularmente pelo crescimento há anos das taxas de inadimplência, especialmente entre devedores com notas de créditos mais baixas.

As dívidas com automóveis subiram 23 bilhões no trimestre, a um total de 1,2 trilhão, enquanto as dívidas dos cartões de crédito tiveram alta de 24 bilhões de dólares, a 808 bilhões, disse a nota.

Os funcionários estão buscando sinais de que consumidores ou instituições financeiras estejam sobrecarregados.

"Os fluxos de inadimplência em vários tipos de dívida subiram neste trimestre, inclusive para empréstimos de automóveis", disse Wilbert van der Klaauw, vice-presidente sênior do Fed de Nova Iorque.

A taxa de inadimplência para empréstimos de automóveis subiu para quatro porcento. Para os cartões de crédito, aumentou a 7,5 porcento.

Assuntos Divisas  

Leia também
  • 20/08/2016 23:44:17

    EUA: Empresas de Trump devem cerca de 650 milhões de dólares

    Nova York - As empresas que pertencem ao candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, devem ao menos 650 milhões de dólares, ou seja, o dobro do que admitiu em sua campanha, relatou o jornal The New York Times (NYT) neste sábado.

  • 06/05/2015 09:04:43

    Criador da moeda virtual XRP deverá pagar multa

    Washington - A companhia americana Ripple Labs aceitou pagar uma multa de 700 mil dólares por ter administrado ilegalmente o mercado da moeda virtual XRP, a segunda mais importante depois da Bitcoin, informou na terça-feira o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

  • 30/10/2013 11:43:33

    Barclays investigado por possível manipulação do mercado de divisas

    O banco britânico Barclays, o primeiro punido pela manipulação da taxa interbancária Libor, anunciou nesta quarta-feira que está a ser investigado por uma possível manipulação do mercado de divisas.