Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

19 Junho de 2017 | 14h46 - Actualizado em 19 Junho de 2017 | 14h45

Rússia: Exército vai apontar contra aviões da coligação ao oeste do Eufrates

Moscovo - Todos os aviões da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos que sobrevoarem o oeste do rio Eufrates "serão seguidos" e "considerados alvos" pela defesa antia-érea e a aviação russa na Síria, anunciou nesta segunda-feira o Exército da Rússia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O ministério da Defesa russo também anunciou a suspensão do canal de comunicação estabelecido com o Pentágono para impedir as choques aéreas, após a destruição no domingo de um avião do exército sírio por um caça americano.
               
"Os aviões e drones da coligação internacional localizados ao oeste do Eufrates serão seguidos pelos instrumentos aéreos e terrestres de defesa anti-aérea russa e considerados como alvos", anunciou o ministério da Defesa em comunicado que a AFP teve acesso.
               
A Rússia dispõe de sistemas de defesa antia-éreos S-300 e S-400, mobilizados principalmente na sua base de Hmeimim, na Síria, e de dezenas de caças e bombardeiros que operam desde o fim de Setembro de 2016 em apoio ao exército sírio.
               
Os meios russos de defesa anti-aérea em terra apontarão, sem necessariamente disparar, contra os aviões que voam ao oeste da linha imaginária entre Raqa e Deir Ezor. E os caças russos poderiam ser mobilizados para interceptar aviões e drones da coligação liderada pelos Estados Unidos.
               
O anúncio foi feito um dia depois do derrube de um avião sírio por um caça americano, pelo facto dos Estados Unidos terem acusado o governo da Síria de ter bombardeado os seus aliados naquele país.

Assuntos Conflito  

Leia também
  • 14/07/2017 14:44:38

    Síria: Aliança curda-árabe conquista novo bairro em Raqa

    Raqa, Síria - A aliança curdo-árabe, apoiada por Washington, conquistou na noite desta quinta-feira um novo bairro em Raqa, e tenta consolidar as suas posições frente a resistência do grupo Estado Islâmico (EI) na cidade síria, relatam um combatente e a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

  • 14/07/2017 14:11:22

    Mais de um milhão de pessoas fugiram de Mossul (OIM)

    Genebra - Mais de um milhão de pessoas fugiram da cidade iraquiana de Mossul desde o início dos combates em Outubro, e mais de 825 mil ainda não voltaram para casa - anunciou a Organização Internacional para as Migrações (OIM), hoje, sexta-feira (14), em Genebra.

  • 14/07/2017 12:50:45

    Abbas e Netanyahu falam por telefone após ataque em Jerusalém

    Ramallah, Territórios palestinos - O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e o presidente palestino, Mahmud Abbas, conversaram por telefone nesta sexta-feira (14) pela manhã, tentando acalmar a situação após um ataque letal na Cidade Velha de Jerusalém - informou a agência de notícias palestina Wafa.

  • 13/07/2017 14:04:03

    Israel congela plano de construção de casas palestinianas na Cisjordânia

    Jerusalém - O gabinete de segurança israelita suspendeu um plano de construção de moradias para os palestinianos da cidade de Qalqiliya, norte da Cisjordânia ocupada, que já havia sido aprovado, segundo comunicado oficial.