Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

13 Agosto de 2017 | 16h56 - Actualizado em 13 Agosto de 2017 | 16h56

Irão:Parlamento limita aplicação da pena de morte por tráfico de drogas

Teerão- O Parlamento iraniano aprovou, neste domingo, uma emenda para reduzir os casos passíveis de aplicação da pena de morte por tráfico de drogas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


O texto ainda precisa ser referendado pelo Conselho dos Guardiães da Constituição, uma instância dominada pelos conservadores.
               
Se aprovada,a emenda poderá salvar vários condenados que esperam no corredor da morte. Segundo o Parlamento, o substituto seria aplicado de forma retroactiva.

               
A Amnistia Internacional afirma que o Irão é um dos cinco países com mais execuções no mundo por casos de tráfico de drogas. A maioria delas é por enforcamento.
               
De acordo com a nova legislação, a produção, ou a distribuição, de heroína, de cocaína e de anfetaminas poderá ser castigada com a pena capital, se a carga apreendida passar de dois quilos. Hoje, o limite é de 30 gramas.
               
No caso do ópio e da maconha, o tecto passa para 50 quilos, contra os actuais cinco quilos.
               
Em 2 de Janeiro de 2009, 44 pessoas-todas condenadas por tráfico de drogas - foram enforcadas no Irão, em uma das maiores execuções em massa já realizadas na República Islâmica.
               
   

Assuntos Parlamento  

Leia também