Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

09 Fevereiro de 2018 | 12h15 - Actualizado em 09 Fevereiro de 2018 | 12h31

Cientistas desenvolvem pela primeira vez óvulos humanos em laboratório

Grã-Bretanha - Uma equipa de cientistas britânicos conseguiu desenvolver óvulos humanos em laboratórios pela primeira vez, o que pode contribuir para melhorar tratamentos de fertilidade, segundo um estudo hoje (9) divulgado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cientistas desenvolvem pela primeira vez óvulos humanos em laboratório (foto arquivo)

Foto: NELSON ALMEIDA

Segundo o artigo publicado na revista especializada "Molecualar Human Reproduction", especialistas da Universidade de Edimburgo extraíram células de óvulos do tecido ovarino nas suas primeiras fases de desenvolvimento e fizeram-nas crescer até estarem prontos a ser fertilizados.

Os cientistas tornaram assim possível o desenvolvimento do óvulo humano fora do ovário, desde a sua primeira fase até atingir a plenitude da sua maturidade, segundo o estudo que é citado pela agência de notícias EFE.

Contudo, os investigadores admitem que é necessário realizar estudos adicionais para que este método possa ser usado em prática clínica, mas consideram que é relevante porque oferece esperança a mulheres ou adolescentes que se submetem a tratamentos como quimioterapia - com riscos de esterilidade -, permitindo que possam vir a recuperar óvulos, amadurecendo-os fora do ovário, de modo a que possam ser posteriormente armazenados para fertilização.

Actualmente, as mulheres podem congelar os seus óvulos maduros - ou mesmo embriões, se tiverem sido fertilizados com o esperma de um casal - antes de iniciar tratamentos médicos como a quimioterapia, embora esta opção ainda não seja possível no caso de crianças ou adolescentes que estão doentes.

Assuntos Ciências  

Leia também
  • 04/12/2018 10:23:53

    OMS cria grupo de trabalho sobre manipulação genética após caso chinês

    Genebra - A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai criar um grupo de trabalho sobre manipulação genética, indicou hoje o director-geral, depois de um cientista chinês ter anunciado o nascimento dos primeiros bebés do mundo com ADN alterado.

  • 16/11/2018 17:53:01

    Comunidade científica põe fim ao padrão físico do quilograma

    Versalhes (França) - A comunidade científica mundial aprovou nesta sexta-feira a maior revisão do Sistema Internacional de Unidades (SI) desde a sua instauração em 1960, com a redefinição de quatro das suas sete unidades e o abandono do padrão físico do quilograma.

  • 11/10/2018 16:27:02

    Sistema de ejecção da Soyuz funcionou pela 2ª vez na sua história

    Moscovo - O sistema de ejecção da nave espacial russa Soyuz, que permitiu nesta quinta-feira salvar a vida dos seus tripulantes, funcionou pela segunda vez na sua história, depois que foi activada com sucesso em 1983, nos tempos da União Soviética.

  • 10/09/2018 10:02:33

    Casal britânico usa esperma de filho morto para ter um neto

    Londres - Um casal britânico, com cerca de 50 anos, recorreu a uma clínica de fertilização in vitro dos EUA para procriar um neto com o esperma do filho morto, noticiou hoje (10), em Londres, o jornal diário em formato tabloide The Sun.