Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

10 Fevereiro de 2018 | 02h52 - Actualizado em 12 Fevereiro de 2018 | 09h57

E.U.A: Tempestade de inverno cancela voos e bloqueia estradas

Chicago - Uma tempestade de inverno levou Fortes Nevascas nesta sexta-feira (9) a zonas do meio Oeste americano, que provocaram o cancelamento de mais de mil voos, o colapso de estradas e o encerramento de escolas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

E.U.A: Tempestade de inverno cancela voos e bloqueia estradas

Foto: Google/Divulgação

"A neve dominará na sexta-feira as manchetes meteorológicas da grande região metropolitana de Chicago até Detroit", advertiu o Serviço Nacional de Meteorologia em um comunicado.

Escolas nas duas cidades estavam fechadas e foram reportados vários acidentes viários devido ao gelo nas estradas. Os cancelamentos de voos se acumularam rapidamente, especialmente no aeroporto O'Hare, em Chicago, um dos mais concorridos do país.

Estava previsto que em Detroit e Chicago as precipitações depusessem 23 centímetros de neve, e esperava-se mais de 2,5 centímetros por hora na região de Detroit na manhã de sexta-feira.

Mais de 1.500 voos foram cancelados nos aeroportos de Chicago e Detroit, pelo menos a metade deles em O'Hare, onde a neve acumulada chegava a 18 centímetros.

As linhas aéreas advertiram que mais cancelamentos se seguiriam nos aeroportos próximos, e anunciaram que permitirão a mudança das reservas de voos sem custos adicionais.

"Nossa cidade está enfrentando a primeira grande tempestade de neve que vimos em muitos anos", assegurou o prefeito de Chicago, Rahm Emanuel, ao mesmo tempo em que os cidadãos que permaneçam em suas casas ou prédios e "levam a sério as advertências e conselhos".

Em alguns subúrbios de Chicago já se acumulavam cerca de 22 centímetros de neve na tarde de sexta-feira.

Conhecida como a Cidade dos Ventos por causa dos ventos fortes, Chicago não sofria com uma tempestade desta intensidade desde 2011, quando caíram cerca de 50 centímetros de neve em tão pouco tempo que alguns motoristas foram obrigados a deixar seus carros abandonados nas estradas.

Os funcionários públicos insistiram em que desta vez estão preparados, com cerca de 300 máquinas tira-neve para evitar a cena de sete anos atrás. Mesmo assim, desde a tarde de quinta-feira até a manhã de sexta, dezenas de carros se acidentaram na cidade.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 13/11/2018 17:32:16

    Amnistia Internacional retira prémio a Aung San Suu Kyi

    Londres - A Amnistia Internacional vai retirar a Aung San Suu Kyi o prémio Embaixadora de Consciência, o mais importante galardão atribuído pela organização de direitos humanos.

  • 13/11/2018 04:58:20

    Republicana admite derrota em eleição no Arizona

    EUA - A republicana Martha McSally admitiu nesta segunda-feira sua derrota na eleição no Arizona por uma cadeira no Senado dos Estados Unidos, uma vitória simbólica dos democratas neste importante Estado, que não elegia um senador do partido há três décadas.

  • 13/11/2018 03:08:52

    Barril do Brent fecha praticamente estável

    Londres - O barril de petróleo Brent para entrega em Janeiro fechou nesta segunda-feira em leve baixa de 0,04% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 70,12.

  • 13/11/2018 02:49:51

    Sauditas querem reduzir produção mundial de petróleo

    Riad - A Arábia Saudita anunciou nesta segunda-feira (12) que considera indispensável reduzir a produção mundial de petróleo em 1 milhão de barris ao dia (mbd), a fim de equilibrar o mercado.