Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

14 Fevereiro de 2018 | 08h15 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2018 | 08h14

Bolivia: Pelo menos dois mortos e dez feridos em explosão no centro do país

La paz - Pelo menos duas pessoas morreram e dez ficaram feridas numa explosão na terça-feira à noite na região boliviana de Altiplano, no centro do país, disseram responsáveis da Bolívia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O ministro do Interior boliviano, Carlos Romero, afirmou que três pessoas foram detidas, na sequência da explosão registada na noite de terça-feira, em Oruro.

A empresa de gás estatal boliviana YPFB descartou que a explosão de terça-feira à noite tenha sido originada por uma fuga de gás doméstico.

"Não foi causada por uma fuga da gás doméstico", garantiu, em comunicado, Yacimientos Petroliferos Fiscales de Bolivia (YPFB).

Na noite de sábado passado, durante as festividades do Carnaval, oito pessoas morreram e 40 ficaram feridas numa explosão atribuída a uma fuga numa botija de gás.

A explosão de terça-feira também ocorreu em Oruro, a um quarteirão de distância do local onde se registou o acidente no sábado passado.

Romero acrescentou que os investigadores continuam a analisar a primeira explosão para determinar se foi causada por uma ligação defeituosa na botija de gás.

O governador de Oruro, Victor Hugo Vasquez, qualificou a explosão de "acto criminoso".

Numa mensagem através da rede Twitter, o Presidente da Bolívia, Evo Morales, manifestou a sua consternação "por a tragédia e a morte de inocentes enlutar o país, com uma nova explosão em Oruro".

"Ordenei uma investigação rápida e exaustiva até que sejam encontradas as causas", garantiu Morales na mesma mensagem, na qual expressou ainda solidariedade "aos feridos e familiares das vítimas".

Assuntos Mortes  

Leia também