Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

08 Março de 2018 | 19h47 - Actualizado em 09 Março de 2018 | 11h09

Xi Jinping defende reforma constitucional para modernizar a China

Pequim - O presidente da China, Xi Jinping, expressou o seu apoio para a reforma constitucional que eliminara limitações de tempo do seu próprio mandato, e o apresentou como uma medida importante para modernizar o sistema chinês e a capacidade de governação, informou esta quinta feira a agencia oficial chinesa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Xi Jinping - Presidente da China (Foto arquivo)

Foto: Pedro Parente


Num painel de discussão com delegados da Assembleia Nacional popular (ANP, Legislativa) durante o plenário anual desta instituição, Xi Jinping mostrou o seu apoio total para a proposta de emenda da constituição de 1982, a primeira que será realizada em 14 anos, e que também apresentam as suas teorias na Carta Magna.  
 
O processo de elaboração da reforma constitucional foi plenamente democrático, reunindo sabedoria de diferentes sectores e encarnando o desejo comum do Partido e do povo, destacou XI, na reunião.

Segundo agência “Xinhua “, os outros seis membros do Comité Permanente do Partido Comunista, incluído o primeiro-ministro Li Keqiang, também apoiaram a reforma, que na ultima segunda-feira foi enviada para debate à ANP e será votada no próximo domingo, dia 11.

A emenda eliminara o limite de duas legislatura (dez anos) para o presidente e vice- presidente da China, abrindo desta forma o  caminho para que Xi Jinping, que assumiu a presidência em 2013, fique no poder para alem de 2023.

Assuntos Política  

Leia também