Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

14 Março de 2018 | 07h38 - Actualizado em 14 Março de 2018 | 10h16

Empresário russo encontrado morto conhecia assassino de ex-espião

Londres - Nikolai Glushkov, um antigo empresário russo e um crítico de Vladimir Putin, que foi encontrado morto nesta segunda-feira, em Londres, teria também ligações ao assassino do ex-espião Alexander Litvinenko.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O empresário foi encontrado morto, "com marcas de estrangulamento", na sua casa em New Malden. As autoridades britânicas estão a investigar o caso e não existe, para já, qualquer relação com o caso do também ex-espião Serguei Skripal, internado em estado grave depois de ter estado em contacto com uma substância tóxica.

Sabe-se agora que o empresário tinha ligações com o homem responsável pela morte de Alexander Litvinenko, ex-espião envenenado em 2006.

O assassino do ex-espião tentou ajudar a tirar Nikolai da prisão em 2001, altura em que foi acusado de fraude na companhia aérea Aeroflot.

O empresário aparece morto numa altura em que o ex-espião Sergei Skripal foi envenenado, também em Londres, no dia 4 de Março, com a sua filha. Note-se que o empresário era amigo de Boris Berezovsky, um ex-aliado do presidente russo, também encontrado morto em 2013, no Reino Unido.

Assuntos Mortes  

Leia também