Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

22 Junho de 2018 | 17h31 - Actualizado em 22 Junho de 2018 | 17h03

OPEP decide aumentar produção de Petróleo

Viena - A Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) decidiu nesta sexta-feira aumentar a produção de petróleo para cerca de um milhão de barris diários, informou, em Viena (Áustria), o ministro saudita da Energia, Khaled Al Fali.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Plataforma de Petróleo (Foto arquivo)

Foto: Francisco Miúdo

O governante, que prestou a informação no final da reunião da organização, disse: "Chegamos a um acordo sobre uma cifra aproximada de aumento de um milhão de barris".

"Acho que contribuiremos de maneira significativa a satisfazer a demanda suplementar que prevemos para a segunda metade do ano", acrescentou.

As negociações desta semana em Viena foram marcadas pelos desacordos entre a Arábia Saudita e Rússia, favorável ao aumento, e o Irão, que defendia manter o nível actual.

Assuntos Petróleos  

Leia também
  • 17/05/2018 13:39:32

    Inglaterra: Barril de petróleo Brent supera 80 dólares pela primeira vez desde 2014

    Londres - O barril de petróleo do tipo Brent superou nesta quinta-feira a barreira de 80 dólares, uma cotação que não registava desde Novembro de 2014, num mercado tenso pela incerteza a respeito da produção do Irão e da Venezuela.

  • 11/05/2018 04:57:12

    EUA: Petróleo alcança melhor preço em três anos

    Nova Iorque - O petróleo teve várias oscilações nesta quinta-feira (10), mas fechou em seu melhor preço desde o fim de 2014 devido ao aumento das tensões no Médio-Oriente.

  • 10/05/2018 11:36:29

    Petróleo abre em alta

    Londres - O barril de petróleo Brent bateu na sessão de hoje, na praça de Londres, o máximo de quatro anos, ao fixar-se em quase 78 dólares, mais concretamente em 77,700, o que representa uma subida de 0,63 porcento.