Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

23 Agosto de 2018 | 12h22 - Actualizado em 24 Agosto de 2018 | 09h34

Polícia argentina que amamentou bebé em serviço promovida a sargento

Buenos Aires - Celeste Ayala, polícia que amamentou um bebé que tinha sido retirado à família, foi promovida a sargento, como forma de reconhecimento, noticiou hoje o Diário de Notícias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da Argentina

Foto: Foto divulgação

Celeste Ayala estava de plantão no hospital infantil Sor María Ludovica, perto de Buenos Aires, na Argentina, quando ouviu um bebé a chorar e sem hesitar, resolveu abraçá-lo e amamentá-lo.

Marcos Heredia, colega de turno de Celeste que fotografou e partilhou o gesto no Facebook, escreveu: "Quero tornar público este grande gesto de amor que tiveste com aquele bebé, que não conhecias, mas por quem não hesitaste nem por um momento em agir como uma mãe. Não te importaste se ele estava sujo ou se cheirava mal, como alertaram os profissionais de saúde. Coisas como esta não são vistas todos os dias".

Em declarações ao site Crónica, Celeste explicou o sucedido: "Percebi que ele estava com fome, porque estava com a mão na boca, então decidi abraçá-lo e amamentá-lo".

"Foi um momento triste, partiu-me a alma vê-lo assim. A sociedade devia ser mais sensível para estas questões; isto não pode continuar a acontecer", disse.

Entretanto, após receber a oficial, Cristian Ritondo, ministro da Segurança de Buenos Aires, escreveu no Twitter: "Queríamos agradecer-lhe pessoalmente por este gesto de amor espontâneo, que conseguiu acalmar o choro do bebé. Esta é a polícia que nos orgulha, a polícia que queremos".

Celeste foi ainda elogiada pela corporação de bombeiros com a qual colabora: "Acções como esta enchem-nos de orgulho".

Assuntos Reconhecimento  

Leia também