Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

29 Agosto de 2018 | 18h39 - Actualizado em 29 Agosto de 2018 | 18h46

Guia supremo iraniano disposto a abandonar acordo nuclear se for necessário

Teerão O guia supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, reiterou nesta quarta-feira que o país está disposto a sair do acordo nuclear de 2015 se este deixar de "preservar os interesses nacionais" do país, segundo o seu site oficial.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ali Khamenei

O acordo, assinado pelo Irão e as grandes potências em 2015, foi denunciado em Maio pelo governo dos Estados Unidos, que restabeleceu sanções contra Teerão.

O aiatolá Khamenei voltou a falar sobre a recusa do Irão de iniciar negociações sobre a questão com os Estados Unidos, apesar de uma recente proposta neste sentido do presidente americano Donald Trump.

Estados Unidos "querem que acreditem que podem levar qualquer um, até mesmo a República Islâmica, à mesa de negociações. Mas como eu já disse (...) não acontecerá nenhuma negociação", declarou.

Washington já adoptou uma primeira série de sanções e prevê outras em Novembro, em especial contra o importante sector de energia da economia iraniana.

O governo iraniano denuncia o "estrangulamento" da sua economia através dos EUA e solicitou na Corte Internacional de Justiça (CIJ) a suspensão das sanções.
 

Assuntos Acordo  

Leia também