Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

05 Setembro de 2018 | 09h56 - Actualizado em 05 Setembro de 2018 | 09h56

Democrata perto de ser primeira mulher negra eleita pelo Massachusetts

Massachusetts - A vitória da democrata Ayanna Pressley foi a surpresa das primárias nos Massachusetts, EUA, uma vereadora de Boston que está muito próxima de se tornar a primeira mulher negra a ocupar um lugar no Congresso, eleita por aquele Estado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


Pressley, que não vai enfrentar qualquer candidato republicano, derrotou na terça-feira o actual congressista Michael Capuano e recebeu já os parabéns da líder democrata na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi.

Os republicanos enfrentam habitualmente dificuldades em Massachusetts, onde os eleitores do Partido Republicano representam menos de 11 por cento do eleitorado e é reconhecida a impopularidade do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

As primárias no Estado dos Massachusetts que se realizaram na terça-feira ditaram ainda que a senadora democrata Elizabeth Warren vá enfrentar o congressista republicano Geoff Diehl nas eleições para o Senado norte-americano em Novembro.

Diehl derrotou os outros dois candidatos republicanos, John Kingston e Beth Lindstrom, para ter a hipótese de destronar Warren em Novembro, que não teve qualquer oposição do lado dos democratas.

Diehl é muito próximo do Presidente dos Estados Unidos, tendo copresidido a campanha de Massachusetts de Donald Trump em 2016.

Já Elisabeth Warren, de 69 anos, conhecida pelas críticas à Administração republicana, divulgou recentemente dez anos de declarações de impostos, um movimento visto como mais um possível passo para uma disputa presidencial, numa espécie de desafio a Trump que sempre se recusou a tornar públicas as suas.

Apesar da democrata ser associada frequentemente a uma candidatura presidencial em 2020, Warren tem vindo a negar essa intenção.

Já o governador republicano Charlie Baker ganhou a nomeação do seu partido para um segundo mandato, derrotando Scott Lively, um ministro conservador e firme defensor do presidente Donald Trump.

Baker vai enfrentar o democrata Jay Gonzalez, que ganhou a indicação democrata para governador em Massachusetts.

González foi secretário de Administração e Finanças do ex-governador democrata Deval Patrick e derrotou agora o antigo activista político Robert Massie na primária de terça-feira.

Ambos os candidatos tinham defendido uma agenda progressista que incluía a cobertura universal de saúde, maior proteção aos imigrantes e o aumento do investimento nas áreas do transporte e da educação.

Natural do Ohio, de 47 anos, vive em Massachusetts desde 1998.

Outro congressista veterano, o democrata Richard Neal, venceu Tahirah Amatul-Wadud, um advogado negro de Springfield que esperava tornar-se o primeiro muçulmano a servir no Congresso, pelo Massachusetts. Neal, o decano da delegação da Câmara dos Representantes, foi eleito em 1989.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 04/09/2018 18:46:39

    Arif Alvi eleito presidente do Paquistão

    Islamabad - Arif Alvi foi eleito presidente nesta terça-feira pelos parlamentares do Paquistão, e sucederá a Mamnoon Hussain à frente do único país muçulmano adoptado de arma nuclear, anunciou a televisão estatal.

  • 29/08/2018 12:57:42

    Trump alerta para "violência" se republicanos perderem intercalares

    Washington - O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu o apoio dos líderes evangélicos durante as eleições intercalares de Novembro, avisando que uma derrota do Partido Republicano poderá dar origem a ?violência?.

  • 29/08/2018 11:43:23

    Duas mulheres vencem primárias no Arizona e disputam lugar no Senado

    Arizona - A democrata Kyrsten Sinema e a republicana Martha Sally foram eleitas nesta terça-feira pelos respectivos partidos como candidatas ao Senado norte-americano pelo estado do Arizona, segundo dados oficiais.