Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

10 Setembro de 2018 | 10h01 - Actualizado em 10 Setembro de 2018 | 10h01

Combates no Iémen fazem 84 mortos após fracasso de negociações

Sanaa - Onze combatentes das forças pró-governamentais e 73 rebeldes Huthis foram mortos no Iémen em novos combates nas imediações de Hodeida, após o fracasso de negociações que estavam previstas em Genebra, indicaram hoje fontes médicas e hospitalares.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


Este balanço é relativo a combates considerados "violentos" em torno da cidade de Hodeida nas últimas 24 horas.

Segundo as mesmas fontes, registaram-se ainda 17 feridos nas forças pró-governamentais e "dezenas" nas fileiras rebeldes.

As forças pró-governamentais conseguiram atingir a principal estrada que liga Hodeida à capital, Sanaa, e a outras províncias, de acordo com responsáveis militares iemenitas.

A aviação da coligação liderada pelos sauditas, que combate os rebeldes, lançou vários ataques na referida estrada.

Hodeida e outras regiões do norte do Iémen são controladas desde finais de 2014 pelo Huthis, que são apoiados pelo Irão.

A ONU não conseguiu reunir o governo e os rebeldes iemenitas em negociações que deviam começar em Genebra na quinta-feira, reconhecendo o fracasso do diálogo no sábado.

A guerra no Iémen opõe as forças pró-governamentais, apoiadas pela coligação liderada pela Arábia Saudita, aos rebeldes xiitas Huthis, ajudados pelo Irão e que ocuparam em 2014 e 2015 vastas regiões do país, incluindo a capital Sanaa. O conflito já causou cerca de 10 mil mortos, na maioria civis e provocou a pior crise humanitária do mundo, segundo a ONU.

Assuntos Conflito  

Leia também
  • 10/09/2018 09:52:46

    Pelo menos meia centena de mortos em confrontos no Afeganistão

    Cabul - Vários confrontos das forças talibã no Afeganistão fizeram nas últimas horas pelo menos meia centena de mortos disseram hoje fontes oficiais à Associated Press.

  • 10/09/2018 09:02:44

    ONG denuncia campanha repressiva de Pequim contra minoria muçulmana

    Pequim - A organização não-governamental (ONG) Human Rights Watch denunciou hoje (10), em Pequim, "a violação sistemática" dos direitos humanos da minoria étnica chinesa de origem muçulmana uigure, através de detenções arbitrárias, tortura ou vigilância permanente, na região de Xinjiang.

  • 09/09/2018 17:06:39

    Síria: Lançados novos bombardeios contra província de Idlib

    Síria - Apoiado pela Rússia, o governo sírio retomou neste domingo, após uma breve pausa, os bombardeios na província de Idlib, no noroeste da Síria - informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), que relata pelo menos um morto.