Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

11 Setembro de 2018 | 10h12 - Actualizado em 11 Setembro de 2018 | 12h27

EUA acusam Governo venezuelano de roubar ouro e ajuda humanitária

Washington - Os Estados Unidos acusaram na segunda-feira o Governo venezuelano de explorar ilegalmente jazidas de ouro do país e "de roubar" o sistema de distribuição de alimentos à população.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Arte das Bandeiras dos EUA e Venezuela

Foto: Arte Osvaldo Pedro


"Falamos de uma cleptocracia (governo de ladrões) que age numa escala raramente vista ou nunca vista na história moderna", disse o subsecretário do Tesouro norte-americano, numa reunião informal do Conselho de Segurança da ONU para discutir a situação na Venezuela.

Marshall Billingslea acusou o Governo de Nicolás Maduro de forçar a saída das empresas mineiras legítimas e promover "explorações ilegais" no sul do país, sem a aprovação da Assembleia Nacional.

Acompanhado de imagens satélite, que mostravam as alegadas jazidas ilegais, Billingslea denunciou o desrespeito pelas populações indígenas e pelo ambiente, destacando a contaminação da água com mercúrio.

Na mesma ocasião, Billingslea criticou as bolsas de alimentos básicos, promovidas pelo Governo e responsáveis pela distribuição, que na sua opinião estão a ser usadas para "controlar" a população e "enriquecer o regime".

De acordo com o responsável, os EUA e outros países ocidentais receberam "informações credíveis" de que os 'amigos' de Maduro estão a roubar uma "parte significativa" do programa, que poderia estar a alimentar "três vezes mais" venezuelanos do que actualmente.

"A apropriação indevida, a corrupção e a fraude converteram-se numa política económica destinada a manter a lealdade de figuras do Governo que apoiam a continuidade (de Maduro)", denunciou.

Assuntos Diplomacia   Governação  

Leia também
  • 05/02/2019 14:53:35

    Rússia quer desenvolver novo míssil antes de 2021

    Moscovo - A Rússia planeia desenvolver até 2021 uma versão terrestre dos mísseis usados até agora pela Marinha russa, após Washington e Moscovo suspenderem a sua participação no tratado de armas nucleares de alcance intermediário, anunciou hoje o ministro da Defesa, Sergei Shoigu.

  • 05/02/2019 13:42:04

    Grupo de Lima compromete-se em não considerar opção militar na Venezuela

    Ottawa - O Grupo de Lima, com a ausência do México, que se desvinculou da iniciativa após a chegada ao poder do presidente Andrés Manuel López Obrador, disse que vai reiterar o seu apoio a um processo de transição pacífica através de meios políticos e diplomáticos sem o uso da força.

  • 05/02/2019 13:13:31

    Merkel quer que empresas chinesas não partilhem informações com Estado

    Tóquio - A chanceler alemã, Angela Merkel, pediu hoje a Pequim algumas salvaguardas para garantir que as empresas chinesas não partilhem informações com o Governo Central, numa altura de grande desconfiança ocidental em relação aos comportamentos da gigante Huawei, noticiou a Lusa.

  • 04/02/2019 19:24:46

    França: Diplomacia francesa diz que foi alcançado compromisso à africana na RDC

    Paris - O ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Jean-Yves Le Drian, disse hoje que nas eleições na República Democrática do Congo (RDC) foi alcançado ?um compromisso à africana?, depois de anteriormente ter manifestado dúvidas sobre a vitória de Felix Tshisekedi.