Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

18 Setembro de 2018 | 17h04 - Actualizado em 18 Setembro de 2018 | 17h04

Avião russo com 15 militares foi abatido acidentalmente na Síria

Moscovo - O avião Il-20, com 15 militares russos a bordo que desapareceu na segunda-feira sobre o Mediterrâneo, foi abatido acidentalmente por um míssil s-200 da defesa anti-aérea síria e que todos os seus ocupantes morreram, informou nesta terça-feira o Ministério da Defesa da Rússia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da Síria

Foto: Tarcísio Vilela

O erro foi provocado por "acções irresponsáveis" de Israel, cujos aviões atacaram o território sírio utilizando como escudo contra a defesa anti-aérea síria o avião russo, que regressava para a sua base na província de Lataquia, disse o porta-voz do ministério, general Igor Konashenkov.

"Os pilotos israelitas protegeram-se atrás do avião russo, expondo-os ao fogo da defesa anti-aérea síria", disse o militar russo, ressaltando que a bordo do avião estavam 15 militares russos, e não 14, como foi informado inicialmente.

Ele explicou que os quatro aviões F-16 israelitas que bombardearam a província de Lataquia "criaram de maneira premeditada uma situação perigosa para os navios de superfície e aviões que estavam na região".

"O comando aéreo israelita e os pilotos dos F-16 não puderam ver a aeronave russa, pois ela desceu a uma altitude de cinco quilómetros. Apesar disso, premeditadamente cometeram esta provocação", afirmou Konashenkov.

O porta-voz da defesa afirmou que Israel não comunicou com o devido adiantamento ao comando do agrupamento russo destacado na Síria dos seus planos de ataque e que avisou apenas segundos antes de acontecer, o que não permitiu levar o Il-20 para uma área segura.

O avião, um turbopropulsor de exploração, foi derrubado por volta das 23 horas (hora local) de segunda-feira, quando voava sobre as águas do Mediterrâneo, a 35 quilómetros da costa síria, e regressava para a Base Aérea de Khmeimim, onde a Rússia possui um agrupamento aéreo.

 

Assuntos Acidentes  

Leia também
  • 11/11/2018 03:24:05

    Explosão de moto-bomba mata três pessoas no norte da Síria, diz ONG

    Cairo - Pelo menos três pessoas morreram e nove ficaram feridas neste sábado na explosão de uma moto-bomba na cidade de Afrîn, no norte da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

  • 05/11/2018 11:36:02

    Edifício desaba no centro de Marselha

    Paris - Um edifício situado no centro de Marselha desabou hoje, segunda-feira, embora ainda não haja informações sobre possíveis vítimas, explicou um porta-voz da Prefeitura (delegação de Governo), noticiou a EFE.

  • 05/11/2018 09:55:19

    Cinco familiares mortos em acidente de avioneta no Brasil

    Minas Gerais - Pelo menos cinco pessoas morreram este domingo quando a avioneta em que seguiam se despenhou no Estado brasileiro de Minas Gerais, um dia depois de um acidente de helicóptero em São Paulo ter feito outras cinco vítimas mortais, noticiou hoje a Lusa.

  • 01/11/2018 09:58:13

    Autoridades indonésias confirmam recuperação da caixa-preta do avião acidentado

    Jacarta - As autoridades da Indonésia confirmaram hoje, quinta-feira, em Jacarta, a recuperação de um dos dois dispositivos da caixa-preta do avião da companhia aérea de baixo custo Lion Air que caiu na última segunda-feira no mar de Java com 189 ocupantes, sem deixar sobreviventes, noticiou a Efe.