Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

18 Setembro de 2018 | 03h32 - Actualizado em 18 Setembro de 2018 | 03h31

Departamento americano de Estado se defende de acusação de racismo

Washington - O departamento americano de Estado se defendeu nesta segunda-feira das acusações de racismo e xenofobia, após um antigo diplomata afirmar que os homens brancos são a ampla maioria na diplomacia americana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 

"A afirmação de que StateDept é 'racista' é repugnante e falsa, uma tentativa descarada de se criar uma divisão para obter vantagens políticas internas", escreveu a porta-voz do departamento Heather Nauert no Twitter.

"O departamento de Estado é uma das dependências governamentais mais diversas", afirmou Nauert.

Uzra Zeya, que trabalhou no departamento de Estado durante quase três décadas, antes de renunciar este ano após ser "barrada" de vários postos - chave, disparou no site especializado Politico: "Trump volta a tornar branca a diplomacia americana”

Em 2017, Zeya disse que "a exclusão das minorias das principais posições de liderança no departamento de Estado e nas embaixadas" passou a ser uma tendência sob a administração Trump

Assuntos Diplomacia  

Leia também