Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

06 Janeiro de 2019 | 19h22 - Actualizado em 07 Janeiro de 2019 | 08h37

Papa pede que europeus recebam imigrantes resgatados no Mediterrâneo

São Paulo - O papa Francisco pediu neste domingo a líderes europeus que parem de discutir o destino de 49 imigrantes presos a bordo de dois navios humanitários de resgate no Mediterrâneo e concedam a eles um porto seguro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vaticano: Papa Francisco

Foto: Cedida pelo Vaticano

Em declaração a milhares de pessoas na Praça de São Pedro, o pontífice se pronunciou pela primeira  vez sobre o caso, que levou a uma briga diplomática entre a Itália e Malta.

“Há vários dias, 49 pessoas resgatadas no Mar Mediterrâneo estão a bordo de duas embarcações de ONGs, à espera de um porto seguro onde possam desembarcar. Faço um apelo urgente aos líderes europeus para que demonstrem solidariedade real com essas pessoas”, declarou o papa aos fiéis.

Trinta e duas pessoas estão a bordo do Sea-Watch três, uma embarcação dirigida por um grupo humanitário alemão, que as retirou de um barco inseguro na costa da Líbia em 22 de Dezembro. Entre elas estão três crianças pequenas e quatro adolescentes.

Outro navio dirigido pelo grupo humanitário alemão, o Sea-Eye, transporta 17 pessoas resgatadas em 29 de Dezembro.

Assuntos Imigração  

Leia também