Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

08 Janeiro de 2019 | 17h40 - Actualizado em 08 Janeiro de 2019 | 17h40

Após fuga, pai da jovem saudita chega na Tailândia para encontro

Bangcoque - O pai de uma jovem saudita, de 18 anos, que fugiu para a Tailândia, em busca de asilo, dizendo ter medo de ser assassinada pela própria família, chegou a Bangcoque e deseja encontrar-se com a filha, anunciou nesta terça-feira o chefe da imigração tailandesa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Entretanto, o pai e o irmão de Rahaf Mohammed al-Qunun precisarão esperar para saber se a agência de refugiados da ONU permitirá que eles a encontrem, afirmou o chefe da imigração, Surachate Hakpan.

“O pai e o filho querem conversar com Rahaf, mas a ONU precisará aprovar tal conversa”, disse Surachate a repórteres.

A agência de refugiados da ONU disse nesta terça-feira estar a investigar o caso de Rahaf, depois que ela fugiu para a Tailândia dizendo ter medo de ser assassinada pela própria família se fosse enviada de volta à Arábia Saudita.

Activistas estão preocupados com o que a Arábia Saudita fará depois que autoridades tailandesas reverteram a decisão de expulsar Rahaf e permitiram que a jovem entrasse no país sob cuidado do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

“Agora, o pai está aqui na Tailândia e isso é uma fonte de preocupação”, disse à Reuters o vice-director da organização Human Rights Watch na Ásia, Phil Robertson.

“Não temos a menor ideia do que ele vai fazer… se ele vai tentar descobrir onde ela está e intimidá-la. Não sabemos se ele vai tentar fazer com que a embaixada faça isso”, afirmou.

Assuntos Sociedade  

Leia também