Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

11 Janeiro de 2019 | 19h16 - Actualizado em 11 Janeiro de 2019 | 19h15

Moscovo pede "explicações claras" sobre advogada russa acusada nos EUA

Moscovo - A Rússia exigiu nesta sexta-feira (11) à Washington "explicações claras" sobre a denúncia, nos Estados Unidos, da advogada russa Natalia Veselnitskaya, que reuniu-se em 2016 com vários membros da equipa de campanha de Donald Trump.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"Lançar acções penais contra cidadãos russos nos Estados Unidos por acusações incompreensíveis converteu-se num costume (...), não estamos dispostos a aceitá-las e pedimos à Washington explicações claras e inteligíveis", declarou a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zajarova, numa conferência de imprensa.

Zajarova denunciou uma "nova saga da campanha contra a Rússia nos Estados Unidos" e considerou que este caso parecia uma "vingança" da Justiça americana contra a advogada que, segundo ela, é "uma jurista que mostra profissionalismo".

Natalia Veselnitskaya, de 43 anos, é acusada de obstruir o exercício da Justiça, uma acusação que pode levar a penas de 10 anos de prisão, anunciou na terça-feira a Procuradoria de Manhattan.

Embora o caso não esteja directamente relacionado aos contactos de Natalia Veselnitskaya com a equipa Trump, a acusação destaca vínculos entre a advogada e o Executivo russo.

Em Junho de 2016, Veselnitskaya reuniu-se com vários membros da campanha de Donald Trump, incluindo o seu filho, Donald Trump Jr, e o seu genro, Jared Kushner, na Trump Tower, em Nova Iorque.
 

Assuntos Política  

Leia também