Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

31 Janeiro de 2019 | 15h32 - Actualizado em 31 Janeiro de 2019 | 15h31

Parlamento Europeu reconhece Juan Guaidó como presidente da Venezuela

Bruxelas - O Parlamento Europeu reconheceu nesta quinta-feira (31) o líder da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, como o presidente interino legítimo do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Pormenor de uma sessão parlamentar europeia (Foto arquivo)

Foto: Francisco Miúdo

Os eurodeputados aprovaram a resolução com 439 votos a favor, 104 contra e 88 abstenções, depois de constatar que o presidente Nicolás Maduro "rejeitou publicamente a possibilidade de realizar novas eleições" depois do ultimato da União Europeia (UE).   

Em comunicado, o Parlamento Europeu revela que solicitou à chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, e aos Estados-Membros que "adoptem uma posição firme e comum e reconheçam Juan Guaidó como único Presidente interino legítimo do país até que seja possível convocar novas eleições presidenciais livres, transparentes e credíveis tendo em vista restabelecer a democracia".   


Durante a reunião, os parlamentares ainda declararam pleno apoio à Assembleia Nacional, tida como "o único órgão democrático legítimo da Venezuela", pelo que os seus poderes "devem ser restabelecidos e respeitados, o que inclui as prerrogativas e a segurança dos seus membros".   

De acordo com o documento aprovado, Maduro usurpou, de forma ilegítima, o poder presidencial, tendo em vista as eleições de Maio passado que foram consideradas fraudulentas.   

"A UE não reconheceu essas eleições nem as autoridades instituídas por este processo ilegítimo", acrescenta a nota.   

Além disso, a assembleia europeia condenou os actos de repressão contra as manifestações sociais e todas as violações de direitos humanos. Juan Guaidó se autoproclamou presidente interino da Venezuela no último dia 23 de Janeiro.

O anúncio foi feito diante de centenas de apoiantes, num protesto em Caracas, na capital do país.

Assuntos Venezuela  

Leia também
  • 03/02/2019 13:36:43

    Expira ultimato europeu a Maduro

    Caracas - O chefe de Estado venezuelano, Nicolás Maduro, voltou a propor eleições legislativas antecipadas em resposta à pressão da oposição e dos ocidentais, enquanto expira neste domingo (3) o ultimato dado por seis países da UE para convocar uma eleição presidencial.

  • 29/01/2019 11:15:33

    Maduro acusa EUA de quererem "roubar" riquezas do país

    Caracas - O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, condenou nesta segunda-feira as sanções "ilegais e unilaterais" impostas pelos Estados Unidos contra a empresa da Venezuela SA (PDVSA), acusando Washington de pretender "roubar" a petrolífera venezuelana e as riquezas do seu país.

  • 28/01/2019 12:30:15

    Forças Armadas Bolivarianas iniciam manobras militares

    Caracas - As Forças Armadas Bolivarianas da Venezuela realizaram este domingo manobras militares preparatórias para os Exercícios 'Bicentenário de Angostura' 2019, que vão ter lugar entre 10 e 15 de Fevereiro em várias regiões do país.