Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

01 Fevereiro de 2019 | 23h59 - Actualizado em 02 Fevereiro de 2019 | 00h01

Bélgica: Ex-rei belga Albert II se nega a fazer teste de paternidade

Bruxelas - O ex-rei belga Albert II se negou a fazer um teste de paternidade, como a Justiça havia exigido, para descobrir se é pai da artista plástica Delphine Boël, anunciou seu advogado nesta sexta-feira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O ex-monarca, de 84 anos, decidiu recorrer das duas decisões de Junho e Outubro de 2018 do tribunal de apelação de Bruxelas, detalhou em comunicado Alain Berenboom.

"Sua Majestade, o Rei Albert II, não se submeterá a uma análise de DNA enquanto o tribunal não emitir a sua sentença", acrescenta o comunicado.

Delphine Boël assegura ter nascido de um longo relacionamento entre sua mãe, a aristocrata Sibylle de Sélys Longchamps, e o então príncipe-herdeiro Albert, que sempre negou ser seu pai.

O ex-soberano, casado em 1959 com Paola Ruffo di Calabria e pai do actual rei Philippe, sempre negou qualquer parentesco com Boël.

Em 2013, a artista apresentou um processo de reconhecimento de paternidade em um tribunal de Bruxelas.

Em um primeiro momento, em 2017, os tribunais sequer a autorizaram impugnar a paternidade do industrial Jacques Boël.

Mas em uma sentença de 25 de Outubro, o tribunal de apelação de Bruxelas rejeitou essa decisão e ordenou que Albert II se submetesse a um teste de DNA.

Segundo Berenboom, o recurso suspende essa obrigação, uma análise jurídica que letrado de Boël, Marc Uyttendaele, não compartilha, pois "vista a idade dos protagonistas é necessário, como medida de precaução, fazer o teste genético".

O advogado assegurou à AFP que isto busca "evitar o dever de recorrer a situações desagradáveis e desconfortáveis como fazer um teste de DNA post mortem ou envolver a descendência" de Albert II.

Assuntos Saúde  

Leia também
  • 24/01/2019 11:45:15

    Alberto Fujimori deixa clínica em Lima e volta para a prisão

    Peru - O ex-presidente do Peru, Alberto Fujimori, deixou na quarta-feira a clínica particular Centenário onde ficou internado por 112 dias e foi transferido para a prisão de Barbadillo, onde terminará de cumprir a sua sentença de 25 anos de prisão por crimes de contra a humanidade, noticiou hoje, quinta-feira a AFP.

  • 31/12/2018 11:02:28

    Viúva de Pinochet é internada em Santiago após sofrer acidente doméstico

    Santiago do Chile - Lucía Hiriart de Pinochet, viúva do ditador chileno Augusto Pinochet, foi internada neste domingo no Hospital Militar de Santiago, após sofrer diversas lesões decorrentes de uma queda sofrida em casa, segundo confirmou a família.

  • 25/12/2018 14:42:03

    Cuba regista melhores indicadores de saúde em 2018

    Havana - O ano de 2018 termina em Cuba com melhores resultados em termos de indicadores de saúde, disse o ministro do sector, José Ángel Portal.