Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

05 Fevereiro de 2019 | 04h46 - Actualizado em 05 Fevereiro de 2019 | 09h03

Desmantelada rede de recrutadores de extremistas nas prisões da Espanha

Madrid- Um grupo de extremistas que tentava radicalizar detidos para que cometessem atentados após sua saída da prisão foi desmantelado na Espanha, anunciou o Ministério espanhol do Interior nesta segunda-feira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da Espanha

Foto: Divulgação

Oito pessoas foram detidas, incluindo cinco marroquinos presos desde 2013 e radicalizados na prisão, um funcionário do serviço penitenciário e dois habitantes da comuna de Alcorcon, nos subúrbios de Madri, entre eles uma pessoa que subornou um funcionário da prisão.

"Os detidos chegaram a propor directamente ataques a alguns presos. Para convencê-los, prometiam grandes somas de dinheiro.

Asseguravam que tinham um contacto no Daesh (acrônimo em árabe do Estado Islâmico) encarregado de conseguir o dinheiro para suas famílias como uma recompensa após a execução de acções terroristas", acrescentou o ministério.

Escolhiam "internos com um desenraizamento marcado, uma personalidade influente e necessidades económicas importantes", indicou.

"A investigação constatou que seu trabalho de recrutamento também ocorria mediante distribuição de material audiovisual que exaltava o martírio, a morte do infiel e a jihad violenta", assinalou o comunicado.

"Por iniciativa própria, seus homens de confiança ameaçavam e agrediam os que deixavam o grupo e a rígida prática religiosa, estendendo esse controle mesmo depois que deixavam a penitenciária", concluiu o ministério.

Os cinco marroquinos, entre 25 e 68 anos, estavam detidos em duas prisões, na região de Madrid e no nordeste da Espanha.

A Espanha está desde 2015 no nível 4 de 5 de alerta antiterrorista.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 05/02/2019 04:52:11

    Julgamento de Chapo: 1º dia de deliberações acaba sem veredicto

    Nova York - O primeiro dia de deliberações do júri que deve decidir o destino do chefe mexicano Chapo Guzmán culminou nesta segunda-feira sem veredicto, após um julgamento em Nova York que durou quase três meses e em que o governo dos Estados Unidos apresentou provas contundentes.

  • 05/02/2019 04:41:36

    Enviado especial dos EUA viaja para Coreia do Norte

    Washington - O emissário especial norte-americano para a Coreia do Norte, Stephen Biegun, viaja para Pyongyang na próxima quarta-feira antes da segunda cimeira entre Donald Trump e Kim Jong Un, informou o Departamento de Estado nesta segunda-feira.

  • 05/02/2019 04:36:27

    Guaidó se fortalece com reconhecimento europeu após fim de prazo dado a Maduro

    Madrid - O opositor venezuelano Juan Guaidó recebeu nesta segunda-feira um forte apoio internacional ao ser reconhecido como presidente interino por 19 países da Europa, aos quais o governo de Nicolás Maduro acusou de apoiar.