Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

09 Novembro de 2019 | 06h37 - Actualizado em 10 Novembro de 2019 | 13h10

Alemanha celebra 30 anos da queda do muro de Berlim

Berlim - A Alemanha lembra hoje os 30 anos da queda do muro que dividiu Berlim durante quase três décadas com um evento multimédia que culmina uma semana de celebrações para explicar um momento histórico, segundo a organização.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Alemanha: Vista parcial da cidade de Berlim

Foto: Rosario dos Santos

A nível político, o Presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, recebe em Berlim os seus homólogos da Polónia, República Checa, Eslováquia e Hungria, para comemorar a queda do muro e “a contribuição dos Estados da Europa central para a revolução pacífica” na ex-República Democrática Alemã, segundo anunciou recentemente a Presidência alemã.

Os cinco chefes de Estado entregam coroas de flores em memória das cerca de 140 pessoas que morreram ao tentar atravessar o muro, que entre 1961 e 1989 cercou a parte ocidental de Berlim numa distância de cerca de 165 quilómetros, e reúnem-se de seguida junto de uma escultura erigida em 2017 em memória da ajuda concedida pelos Estados vizinhos aos alemães do leste.

O muro de Berlim, que dividiu, durante 28 anos, a Alemanha em duas partes, a República Democrática Alemã (RDA) e a República Federal Alemã (RFA), começou a ser derrubado na noite de 09 de Novembro de 1989.

As Portas de Brandeburgo – símbolo de divisão histórica da Alemanha, que se tornou símbolo de liberdade – será hoje o palco do epicentro das comemorações dos 30 anos da queda do muro de Berlim, com um espectáculo multimédia que recordará os eventos do dia 09 de Novembro de 1989.

A quinta sinfonia do compositor alemão Ludwig van Beethoven servirá de momento de reflexão sobre a história do muro de Berlim, desde a sua construção até à sua queda, em 1989, finda a qual se ouvirão testemunhos de quem esteve nos vários momentos deste símbolo de divisão.

Assuntos Política  

Leia também