Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

21 Novembro de 2019 | 18h16 - Actualizado em 21 Novembro de 2019 | 18h16

Turquia anuncia primeiros regressos à sua "zona de segurança"

Ancara - O governo da Turquia anunciou hoje que centenas de deslocados sírios regressaram pela primeira vez a uma região do nordeste da Síria após uma ofensiva militar turca contra uma milícia curda apoiada pelos países ocidentais, afirmou em comunicado o ministério da Defesa deste país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

“Cerca de 200 pessoas, que se tinham deslocado mais para oeste na Síria numa zona controlada pela Turquia, regressaram às suas casas e terras de forma voluntária e segura", segundo a fonte.

Os deslocados foram dirigidos para uma zona situada entre as cidades sírias de Tal Abyad e Ras al-Ain, onde os militares turcos expulsaram em Outubro deste ano a milícia curda Unidades de protecção popular (YPG), adiantou o ministério.

Esta zona, com 140 quilómetros de comprimento e 30 quilómetros de largura, é designada "zona de segurança" pela Turquia.

O ministério turco da Defesa acrescentou que outras 300 pessoas, até ao momento instaladas na localidade síria de Jarablous, controlada pelos combatentes sírios, dirigiram-se para Tal Abyad.

A Turquia suspendeu a ofensiva desencadeada em Outubro contra as YPG após ter concluído dois acordos com os Estados Unidos e a Rússia que prevêem a retirada das YPG da maioria das suas posições junto à fronteira com a Turquia.

O governo pretende realojar para o local dois milhões dos mais de 3,5 milhões de sírios que se refugiaram na Turquia desde o início do conflito sírio em 2011.

Assuntos Imigração  

Leia também