Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

02 Dezembro de 2019 | 22h00 - Actualizado em 02 Dezembro de 2019 | 21h56

Presidente da Colômbia convoca reunião com líderes dos protestos

Bogotá - O Presidente da Colômbia convocou hoje uma reunião com representantes dos movimentos que lideram os protestos diários, desde quinta-feira último, contra a política económica e social do Governo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"Amanhã (terça-feira), o Presidente vai reunir-se com representantes da greve nacional", disse a ministra do Trabalho, Alicia Arango, apesar de ainda os líderes sindicais e estudantis ainda não terem respondido à iniciativa de Ivan Duque.

O encontro vai decorrer no âmbito do "Diálogo Social" convocado pelo Chefe de Estado em resposta às manifestações diárias contra as políticas económicas e sociais.

Sob pressão dos manifestantes, Ivan Duque pediu na sexta-feira uma "conversa nacional" com todos os sectores da população para discutir possíveis reformas.

"A impaciência dos cidadãos é grande, as exigências também (...), mas também é muito importante entender que os governos não podem fazer apenas promessas e que não têm palavrinhas mágicas para soluções imediatas e milagrosas", alertou Duque.

Em cinco dias de manifestações, em várias cidades colombianas e com dezenas de milhares de participantes, pelo menos 341 polícias ficaram feridos, anunciaram as autoridades.

Desde que começaram os protestos, as autoridades registaram, até agora, três mortos e centenas de feridos em todo o país.

Desiludidos com o Chefe de Estado conservador, no poder desde Agosto de 2018, sindicatos e organizações estudantis, indígenas, ambientais e de oposição saíram às ruas com uma longa lista de queixas, desde a persistente desigualdade económica à violência contra activistas sociais.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 30/11/2019 07:33:29

    Jean-Claude Juncker despede-se da Comissão Europeia

    Bruxelas - O francês Jean-Claude Juncker despediu-se da Presidência da Comissão Europeia, nessa sexta-feira, depois de cinco anos de mandato.

  • 30/11/2019 07:18:18

    França convoca embaixador da Turquia após críticas de Erdogan

    Paris - O embaixador da Turquia em França vai ser chamado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros para explicar as declarações do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, que afirmou que Emmanuel Macron está "em estado de morte cerebral".

  • 30/11/2019 07:05:46

    Daimler vai eliminar milhares de empregos

    Berlim - A fabricante de carros de luxo Daimler anunciou nesta sexta-feira o corte de 10 mil empregos em todo o mundo antes de 2022 para financiar a cara transição para os automóveis eléctricos - uma mudança de paradigma esperada em todo o sector automotivo alemão.