Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

17 Dezembro de 2019 | 09h19 - Actualizado em 17 Dezembro de 2019 | 09h55

Mandado de detenção contra ex-presidente boliviano será emitido em breve

La Paz - O ministro do Interior interino da Bolívia afirmou nos EUA que será emitido "nas próximas horas" um mandado de detenção contra o ex-presidente boliviano Evo Morales, asilado na Argentina após ser forçado a deixar o poder, segundo a Lusa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Evo Morales, Ex-Presidente boliviano (arquivo)

Foto: Divulgação

"Acredito que nas próximas horas a ordem de urgência contra ele será divulgada", disse Arturo Murillo em Washington numa referência a Morales, acrescentando ter sido já emitida uma ordem de captura contra o ex-ministro da Presidência, Juan Ramón Quintana, que se encontra na embaixada mexicana na Bolívia.

Esta foi a primeira visita aos Estados Unidos de um responsável da Administração Interina da Bolívia, que é chefiada pela Presidente interina, Jeanine Áñez.

Pressionado pela polícia e pelo exército, Evo Morales foi forçado a renunciar a 10 de Novembro, após três semanas de manifestações para protestar contra as fraudes nas eleições presidenciais denunciadas pela oposição e Organização dos Estados Americanos (OEA).

Morales tentava um quarto mandato consecutivo, depois de quase 14 anos no poder na Bolívia. O parlamento boliviano aprovou uma lei no final de Novembro a convocar novas eleições presidenciais e legislativas, sem Evo Morales, que não poderá concorrer.

O ex-presidente boliviano denunciou que a proclamação da senadora Jeanine Añez como Presidente interina foi um "golpe de Estado".

Quanto a estas acusações, o ministro interino Arturo Murillo afirmou que não houve qualquer golpe contra o ex-presidente boliviano e que "o país estava à beira de entrar num desastre".

Assuntos Justiça  

Leia também
  • 16/12/2019 16:50:16

    Justiça belga adia audiência de extradição de ex-líderes catalães

    Bruxelas - A Justiça belga decidiu hoje adiar para três de Fevereiro a audiência de extradição para Espanha do ex-presidente do governo catalão (Generalitat) Carles Puigdemont e dos ex-conselheiros Toni Comín e Lluis Puig.

  • 16/12/2019 09:04:08

    Maduro revela ordem de prisão contra autores de suposta "operação terrorista"

    Caracas - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou neste domingo que foi decretada ordem de prisão de todos os envolvidos do que chamou de "operação terrorista", que inclui líderes da oposição, como Juan Guaidó e Leopoldo López, sem no entanto, revelar se ambos estão na mira da justiça, noticiou a EFE.

  • 12/12/2019 18:18:57

    Ucrânia anuncia detenção de suspeitos pela morte de jornalista

    Kiev - A Ucrânia anunciou hoje a detenção de diversas pessoas suspeitas de envolvimento no assassínio do jornalista Pavel Sheremet, um crítico da presidência russa (Kremlin) e das autoridades ucranianas, morto após a explosão de uma bomba no centro de Kiev, capital ucraniano, em 2016.