Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

17 Dezembro de 2019 | 17h42 - Actualizado em 17 Dezembro de 2019 | 18h49

14 civis morrem num bombardeamento na Síria

Londres - Pelo menos 14 civis morreram nesta quarta-feira durante bombardeamentos efectuado pelas forças sírias na província de Idlib, no noroeste da Síria, indicou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os ataques também causaram 18 feridos, alguns em estado grave, adiantou.

A província de Idlib, dominada pelos 'jihadistas' do Hayat Tahrir al-Sham (HTS, ex-ramo sírio da Al-Qaida), continua fora do controlo do governo e é alvo de bombardeamentos e confrontos há várias semanas.

Em sectores adjacentes das províncias de Alepo, Hama e Latákia encontram-se vários outros pequenos grupos  'jihadistas' e rebeldes.

Entre o final de Abril e o fim de Agosto, Idlib foi bombardeada incansavelmente pelo exército sírio, apoiado pela aviação russa. A ofensiva matou perto de um milhar de civis, segundo o OSDH, e causou mais de 400.000 deslocados, de acordo com a ONU.

No final de Agosto acordou-se um cessar-fogo, mas os ataques aéreos e combates terrestres que, inicialmente eram esporádicos, foram-se intensificando e mais de 240 civis morreram desde essa altura além de centenas de combatentes dos dois lados, ainda segundo o OSDH.

Desencadeada em 2011 com a repressão de manifestações pacíficas pró-democracia, a guerra na Síria causou já mais de 370.000 mortos e milhões de deslocados e refugiados.

Assuntos Mortos  

Leia também