Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

14 Março de 2019 | 15h50 - Actualizado em 14 Março de 2019 | 17h39

Diplomatas abandonam reunião da ONU por presença de governante da Venezuela

Viena - Vários diplomatas abandonaram, nesta quinta-feira, uma reunião da ONU sobre drogas em Viena (Áustria) devido à presença do ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, considerado um representante "ilegítimo" desse país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da ONU

Foto: Divulgação

Representantes de países latino-americanos, e também dos Estados Unidos, Canadá e alguns países europeus, entre eles a França, abandonaram a sala quando Arreaza subiu ao pódio para falar durante a reunião da Comissão de Entorpecentes.

"Os membros da delegação venezuelana que estão aqui hoje representam o governo ilegítimo de Nicolás Maduro e, portanto, não se pode considerar que estão falando em nome do povo venezuelano", disse um porta-voz da missão dos Estados Unidos às organizações em um comunicado após o incidente.

Cerca de 50 países reconhecem o líder oposicionista e autoproclamado presidente Juan Guaidó como o chefe de Estado interino da Venezuela.

Assuntos Reunião  

Leia também
  • 07/03/2019 11:30:46

    Documentário mostra encerramento de forma cordial a cúpula entre Kim e Trump

    Seul - A televisão norte-coreana emitiu um documentário sobre a cúpula entre o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no qual se vê o tom amistoso que terminou a reunião, apesar das duas partes não terem chegado a um acordo.

  • 01/03/2019 18:23:33

    Trump classifica negociações com Kim de "muito substanciais" mesmo sem acordo

    Washington - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, qualificou nesta sexta-feira de "muito substanciais" as negociações que manteve nesta semana com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, que terminaram na quinta-feira sem nenhum acordo.

  • 27/02/2019 20:23:13

    Trump chama Kim de grande líder, norte-coreano diz-se optimista com a reunião

    Paulo - O segundo encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, começou com um aperto de mãos, risadas e elogios. Trump chamou Kim de "grande líder", e o norte-coreano disse acreditar num resultado positivo do encontro, "que será elogiado por todos". O encontro acontece oito meses depois da histórica cimeira de Singapura.