Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

15 Março de 2019 | 09h43 - Actualizado em 15 Março de 2019 | 09h51

Israel ataca Faixa de Gaza em resposta a disparos de foguetes

Jerusalém - As Forças Armadas de Israel bombardeavam na noite desta quinta-feira posições na Faixa de Gaza, horas após o disparo de foguetes do enclave palestino contra a região de Tel Aviv.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira- Israel X Palestina

Foto: Divulgação

"Estamos neste momento a actuar sobre alvos terroristas na Faixa de Gaza", informaram as Forças de Defesa de Israel em mensagem nas redes sociais, sem dar mais detalhes.

Segundo uma fonte de segurança em Gaza, os ataques provocaram graves danos em posições ocupadas por combatentes do movimento Hamas e pelo grupo aliado Jihad Islâmica, mas não deixaram feridos.

Mais cedo, foguetes disparados da Faixa de Gaza caíram na região de Tel Aviv, sem provocar vítimas ou danos.

"Dois foguetes foram lançados da Faixa de Gaza contra o território israelense [...]. Não há qualquer ferido ou dano", comunicou o Exército hebreu.

"Os sistemas de alerta funcionaram normalmente, mas não se fez qualquer interceptação com os sistemas de defesa aérea", informou o Exército.

A chancelaria israelita havia publicado um vídeo no qual um míssil, identificado como parte do sistema Iron Dome, derrubava um foguete "sobre a área de Tel Aviv".

O prefeito de Tel Aviv, Ron Huldai, disse à TV estatal que um dos foguetes "aparentemente caiu no mar e o outro em algum lugar, mas não na cidade".

Segundo a TV estatal, o primeiro-ministro  Benjamin Netanyahu, que acumula o cargo de ministro da Defesa, convocou uma reunião do gabinete de segurança.

Tel Aviv está 70 quilómetros ao norte da Faixa de Gaza, o enclave palestino controlado pelo movimento islâmico Hamas, que negou ser o responsável pelos disparos.

Assuntos Conflito  

Leia também