Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

15 Março de 2019 | 11h10 - Actualizado em 15 Março de 2019 | 11h10

Mobilização semanal palestina contra Israel "adiada" por aumento da tensão

Gaza, Territórios palestinos - O comité que organiza os protestos palestinos semanais na Faixa de Gaza anunciou nesta sexta-feira que "adiou" a manifestação prevista para a jornada, um fato inédito em um ano, provocado pela tensão com Israel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"O comité decidiu, no interesse do público, adiar as acções que estavam previstas para hoje (sexta-feira)", afirma um comunicado, que indica a retomada das manifestações nas próximas semanas, antes do primeiro aniversário do movimento, em 30 de Março.

Poucas horas antes, as Forças Armadas de Israel anunciaram que ataram quase 100 alvos do grupo Hamas na Faixa de Gaza, em represália pelo lançamento de foguetes contra a região de Tel Aviv a partir do território palestino.

Assuntos Conflito  

Leia também
  • 15/03/2019 10:05:22

    Guerra na Síria deixou mais de 370.000 mortos desde 2011

    Beirute - Mais de 370.000 pessoas morreram na Síria desde o início da guerra em 2011, anunciou nesta sexta-feira a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), noticiou a AFP.

  • 15/03/2019 09:43:48

    Israel ataca Faixa de Gaza em resposta a disparos de foguetes

    Jerusalém - As Forças Armadas de Israel bombardeavam na noite desta quinta-feira posições na Faixa de Gaza, horas após o disparo de foguetes do enclave palestino contra a região de Tel Aviv.

  • 14/03/2019 18:22:44

    Centenas de combatentes do Estado Islâmico rendem-se na Síria

    Damasco - Centenas de combatentes do Estado Islâmico e suas famílias renderam-se hoje às Forças Democráticas Sírias (FDS) por terem perdido terrenos a favor das tropas apoiados pelos Estados Unidos com o objectivo de libertar o último território ocupado por estes militantes, afirmaram fontes oficiais da FDS.