Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

16 Maio de 2019 | 13h53 - Actualizado em 16 Maio de 2019 | 13h53

Bill de Blasio anuncia que vai concorrer à candidatura à presidência dos EUA

Nova Iorque - O prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, anunciou nesta quinta-feira com um vídeo no YouTube que vai concorrer à candidatura democrata para as eleições presidenciais nos Estados Unidos com a intenção de "priorizar os trabalhadores", noticiou a EFE.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De Blasio propõe no vídeo "frear (Donald) Trump", critica as políticas de imigração e meio ambiente impulsionadas pelo actual governo e se refere às conquistas progressistas da sua própria gestão local em Nova Iorque, como o aumento do salário mínimo.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 14/05/2019 09:07:52

    Presidente filipino surge como vencedor de eleições de meio de mandato

    Manila - O presidente Rodrigo Duterte aparecia nesta terça-feira como o vencedor das eleições de meio de mandato nas Filipinas, segundo os primeiros resultados extra-oficiais, o que poderá facilitar a implementação das suas polémicas promessas de restaurar a pena de morte e reformar a Constituição, noticiou a AFP.

  • 13/05/2019 09:18:09

    Nauseda e Ingrida disputarão segunda volta das eleições presidenciais da Lituânia

    Lituânia - O candidato independente, o economista Gitanas Nauseda, e a conservadora Ingrida Simonyte, ex-ministra de Finanças, vão disputar a segunda volta das eleições para presidente da Lituânia, noticiou a EFE.

  • 04/11/2018 13:40:49

    "Referendo" a Trump entra na recta final

    Washington - Mais de 30 milhões de eleitores americanos já foram às urnas, fazendo uso do mecanismo do voto antecipado, possível em vários Estados americanos. É um número que representa um acréscimo de 20% em relação às eleições intercalares de 2014.