Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

22 Maio de 2019 | 11h04 - Actualizado em 22 Maio de 2019 | 10h51

Agência oficial norte-coreana considera Joe Biden de 'imbecil'

Seul - A agência da Coreia do Norte criticou nesta quarta-feira duramente e chamou de "idiota de baixo QI" o ex- vice-presidente dos Estados Unidos e candidato nas primárias democratas, Joe Biden, por "difamar" o líder norte-coreano, Kim Jong-un, noticiou a Efe.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Durante um acto de campanha no último final de semana, Biden acusou ao actual presidente americano, o republicano Donald Trump, de fazer dos EUA "uma nação que abraça líderes como (Vladimir) Putin e Kim Jong-un".

A agência de notícias estatal norte-coreana "KCNA" acusou hoje Biden de usar uma "retórica difamatória" contra Kim e de ter se tornado "imprudente e temerário, arrastado pela ambição de poder".

Além de "idiota de baixo QI", o artigo o classifica de "imbecil desprovido de qualidades elementares como ser humano" e traz os episódios mais questionáveis da sua carreira.

Entre eles estão as recentes críticas que recebeu pelo seu comportamento inadequado com várias mulheres, acusações de plágio durante a sua campanha pelas primárias democratas em face das eleições presidenciais de 1988 ou imagens que mostram ele a dormir em 2011 durante um discurso do então presidente Barack Obama.

A nota conclui dizendo que Pyongyang nunca vai perdoar "qualquer um que ouse provocar o líder supremo da República Popular Democrática da Coreia" (nome oficial da Coreia do Norte) e que o governo norte-coreano "certamente fará você pagar por isso".

Desde o início da sua campanha para as primárias, Biden criticou que Trump "é rígido com amigos e abraça inimigos", e descreveu o presidente russo como  cleptomaníaco e Kim como "bandido que lhe escreve cartas de amor".

Assuntos Internacional  

Leia também