Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

12 Junho de 2019 | 05h26 - Actualizado em 12 Junho de 2019 | 09h42

Donald Trump diz que acordo com México será aplicado quando quiser

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse terça-feira que pode fazer com que entre em vigor o suposto acordo secreto com o México, contradizendo assim a versão do governo mexicano numa afirmação que havia feito de que, para implementar o pacto, é preciso que antes o Congresso do país vizinho o ratifique.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Donald Trump, Presidente dos EUA (arquivo)

Foto: Google/Divulgação

Antes de deixar a Casa Branca rumo ao estado de Iowa, Donald Trump aproximou-se dos jornalistas e tirou do casaco uma folha de papel dobrada, que agitou na frente de todos, mas sem mostrar o conteúdo.

"Este é o acordo que todo mundo diz que eu não tenho. Vou deixar que o México faça o anúncio (sobre o conteúdo) no momento adequado", afirmou.

Um fotógrafo do jornal "The Washington Post" postou no Twitter posteriormente uma foto ampliada do papel que Donald Trump mostrou à imprensa, e era possível ler a parte final do documento, que parecia assinado por membros dos governos americano e mexicano e que não contém grandes revelações.

Esses parágrafos indicam que o EUA e o México pretendem "dividir a carga em relação ao processamento dos refugiados" e mencionam uma possível acção do governo mexicano para identificar "mudanças" nas suas "leis e regulações nacionais".

O documento afirma que "se os EUA determinarem, sob a sua discrição e após consulta com o México, após 45 dias desde a data de emissão da declaração conjunta", que as medidas adoptadas não foram "suficientes" para reduzir a imigração ilegal, o Governo mexicano deverá corrigir a situação.

"O governo do México tomará todos os passos necessários sob as suas leis nacionais para que o acordo possa entrar em vigor (...) em 45 dias", diz o texto.

Donald Trump está desde domingo a dizer que o acordo que o Governo americano conseguiu na sexta-feira com o mexicano para acabar com a imposição de sobretaxas às importações do país vizinho inclui elementos que ainda não foram anunciados.

Assuntos Internacional  

Leia também