Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

11 Junho de 2019 | 10h57 - Actualizado em 11 Junho de 2019 | 12h05

PM do Haiti condena violência que resultou em dois mortos

Port-au-Prince - O primeiro-ministro do Haiti, Jean Michel Lapin, condenou segunda-feira (10) a violência que causou pelo menos dois mortos, durante as manifestações de domingo para exigir a demissão do Presidente Jovenel Moise, noticiou a Lusa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira do Haiti

Foto: Divulgação

"Acções lamentáveis que não puderam ser evitadas mancharam a jornada que terminou com a morte de duas pessoas e a destruição de alguns bens materiais", afirmou Jean Michel Lapin.

O primeiro-ministro haitiano felicitou a polícia pelo "excelente trabalho profissional" e advertiu que "o direito ao protesto é um direito constitucional, mas a violência não é aceitável".

Milhares de haitianos saíram à rua nas principais cidades do país para denunciar a corrupção política e exigir a demissão do Presidente Moise.

Um porta-voz do sector Democrático e Popular, que agrupa vários grupos da oposição e organizações sociais, André Michel, indicou à imprensa ter contado "sete mortos e mais de 100 feridos".

O movimento Petrochalenger indicou que muitos agentes que "criaram o pânico e mataram civis".

A inspecção-geral da polícia abriu um inquérito e "deu garantias de aplicação das sanções administrativas e judiciárias requeridas, caso os factos se revelarem verdadeiros", disse um porta-voz da polícia Michel-Ange Louis Jeune.

Segunda-feira, as ruas da capital estavam desertas, com a maioria das escolas e dos estabelecimentos comerciais encerrados.

Estas tensões surgem dez dias após a publicação, pelo Tribunal de Contas, de um relatório de mais de 600 páginas sobre a utilização dos fundos Petrocaribe, um programa de desenvolvimento apoiado pela Venezuela.

Assuntos Balanço  

Leia também
  • 04/06/2019 12:10:19

    Pelo menos 15 mil crianças sírias em risco de viver nas ruas do Líbano

    Beirute - Pelo menos 15 mil crianças de refugiados sírios arriscam ficar sem teto e passar a viver nas ruas no Líbano, cujas autoridades planeiam demolir abrigos improvisados construídos pelos seus pais, advertiram hoje organizações não-governamentais citadas pela Lusa.

  • 03/06/2019 12:55:41

    Sobe para 19 número de mortos por explosão de carro armadilhado em Azaz

    Beirute - A explosão de um carro armadilhado deixou pelo menos 19 mortos, das quais quatro crianças, no domingo (02) em Azaz, uma cidade controlada pelos rebeldes no noroeste da Síria, informaram a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

  • 03/06/2019 11:30:37

    Novo balanço aponta para 17 mortos num atentado em Azaz

    Damasco - Um novo balanço aponta para a morte de pelo menos 17 pessoas no domingo numa explosão de uma viatura armadilhada em Azaz, na fronteira da Síria com a Turquia, de acordo com uma organização não-governamental citada pela lusa.