Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

12 Julho de 2019 | 17h12 - Actualizado em 12 Julho de 2019 | 17h12

Irão exige libertação imediato de petroleiro apreendido pelo Reino Unido

Teerão - O petroleiro iraniano havia sido apreendido pelo governo do território britânico de Gibraltar, sob suposta acusação de violar as sanções internacionais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira do Irão

Foto: LUANDA

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Irão, Abbas Mousavi, afirmou que o país exige que os britânicos libertem o petroleiro imediatamente.

"Este é um jogo perigoso e tem consequências [...], os pretextos legais para a captura não são válidos. A libertação do petroleiro é do interesse de todos os países [...]", afirmou Mousavi.

"As potências estrangeiras devem deixar a região, pois o Irão e outros países regionais são capazes de garantir a segurança da região", completou.

O conflito entre os dois países aumentou depois de o governo de Gibraltar ter apreendido o petroleiro iraniano, que supostamente transportava petróleo para a Síria.

Assuntos Conflito  

Leia também
  • 12/07/2019 17:09:10

    Inglaterra envia segundo navio de guerra para o Golfo

    Londres - O Reino Unido vai aumentar temporariamente a sua presença militar no Golfo, enviando para a região um segundo navio de guerra, informaram nesta sexta-feira o governo britânico e uma fonte da defesa num contexto de crescentes tensões com o Irão.

  • 12/07/2019 16:59:05

    China vai sancionar empresas dos EUA que venderem armas à Taiwan

    Beijin- O Ministério dos Negócios Estrangeiros da China informou, em um comunicado, que o país pode vir a impor sanções às empresas estadunidenses que vendem armas a Taiwan.

  • 12/07/2019 12:58:25

    Confrontos na Síria deixam mais de 100 combatentes mortos

    Beirute - Mais de cem combatentes morreram desde quarta-feira à noite em violentos combates entre jihadistas e tropas do governo sírio no noroeste do país, informou na quinta-feira a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), noticiou a AFP.