Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

11 Julho de 2019 | 18h33 - Actualizado em 11 Julho de 2019 | 18h33

Presença de especialistas na Venezuela não altera balanço de forças - Rússia

Moscovo - A presença de especialistas russos na Venezuela não irá alterar o balanço de forças na região e os EUA não devem ter motivos para preocupação, declarou Maria Zakharova, representante oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da Rússia

Foto: Angop-Pesquisa

"A nossa colaboração com a Venezuela está a desenvolver-se em estrita conformidade com a legislação dos dois países. A presença de especialistas russos, não militares, no território do país está regulamentada pelo respectivo acordo intergovernamental e não altera o balanço regional de forças", disse Zakharova nesta quinta-feira (11) durante um informe oficial à imprensa.

"Por isso, não há motivos para preocupação por parte dos parceiros americanos e concretamente por parte do senhor almirante", destacou Zakharova.

Anteriormente, o chefe do Comando Sul das Forças Armadas dos EUA, almirante Craig Faller, declarou durante uma audiência no subcomité das Forças Armadas do Senado que há centenas de militares e contratantes militares russos, presentes na Venezuela, que estão a prestar apoio ao presidente venezuelano Nicolás Maduro e supervisionar o funcionamento do equipamento militar russo.

Assuntos Conflito  

Leia também
  • 11/07/2019 15:16:14

    Explosão de carro-bomba mata 13 no norte da Síria

    Beirute - Pelo menos 13 pessoas, incluindo oito civis, morreram nesta quinta-feira após a explosão de um carro-bomba na cidade de Afrin, no norte da Síria, confirmou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

  • 11/07/2019 12:24:21

    Confrontos no noroeste da Síria matam 47 combatentes

    Beirute - Quarenta e sete combatentes morreram em confrontos nas últimas horas entre as forças dominadas pelos jihadistas e as tropas do regime sírio perto de um reduto insurgente na região noroeste do país, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), noticiou a AFP.

  • 11/07/2019 09:30:50

    Os líderes das Farc que abandonaram o acordo de paz na Colômbia

    Bogotá - O caso de Jesús Santrich, ex-líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, que teve pedido de prisão decretado ontem pela Corte Suprema de Justiça, é o mais notório entre os ex-guerrilheiros que decidiram dar as costas para o acordo de paz assinado com o país, noticiou a EFE.