Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

12 Julho de 2019 | 09h04 - Actualizado em 12 Julho de 2019 | 14h08

Ex-ministro do Interior venezuelano em greve de fome na prisão

Caracas - O ex-ministro do Interior venezuelano Miguel Rodríguez Torres, preso há mais de um ano por alegada conspiração contra o Governo, entrou em greve de fome, alertou na quinta-feira a filha e uma deputada, noticiou hoje a Lusa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

BANDEIRA DA VENEZUELA

Foto: Divulgação

"O meu pai está em greve de fome por todas as atrocidades que cometeram contra ele", escreveu a filha Estefany Rodríguez, na rede social Twitter, defendendo que o pai deve ter "direito a visitas familiares e a ser tratado com dignidade".

O líder da oposição e autoproclamado Presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, tinha denunciado, há mais de duas semanas, que o antigo ministro estava incomunicável.

De acordo com a deputada Adriana Pichardo, citada pela agência de notícias espanhola EFE, Torres iniciou a greve de fome na segunda-feira, numa prisão especial do principal forte militar da Venezuela onde, segundo a deputada, o antigo ministro se encontra detido.

Rodríguez Torres foi preso em Março de 2018 pelo Serviço Bolivariano de Inteligência (SEBIN, serviços secretos), tendo sido acusado pelo Governo de estar envolvido em actos violentos e conspiração.

Miguel Eduardo Rodríguez Torres nasceu em Caracas a 21 de Janeiro de 1964. Foi major-general do Exército venezuelano. Especializado em infantaria, participou em diversas operações especiais e era paraquedista militar.

Assuntos Greve  

Leia também
  • 22/05/2019 18:22:28

    Ortega promete libertar opositores presos na véspera da greve na Nicarágua

    Manágua - O governo da Nicarágua comprometeu-se nesta quarta-feira a liberar de maneira "definitiva" todos os opositores presos antes de 18 de Junho, e a trabalhar com a Organização dos Estados Americanos (OEA), numa reforma eleitoral para as eleições de 2021, na véspera de uma greve nacional da oposição.

  • 16/04/2019 08:26:41

    Presos palestinianos em Israel põem fim a greve de fome

    Ramallah, Territórios palestinos - Os presos palestinianos detidos em prisões israelitas puseram fim, nesta segunda-feira, à greve de fome que mantinham havia uma semana, por considerarem que suas principais reivindicações foram atendidas, anunciou a ONG Clube de Prisioneiros Palestinianos em sua página do Facebook, segundo noticiou a AFP.

  • 06/01/2019 19:20:33

    Mulheres "coletes amarelos" se manifestam em França

    Paris - Centenas de mulheres “coletes amarelos” se reuniram neste domingo em várias cidades de França para dar uma imagem pacífica do movimento que há oito semanas organiza protestos nas cidades e rodovias do país, marcados por incidentes violentos.