Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

14 Agosto de 2019 | 22h02 - Actualizado em 14 Agosto de 2019 | 22h02

Argentina: Presidente anuncia aumentos salariais após revés eleitoral

Buenos Aires - O presidente argentino, Mauricio Macri, anunciou nesta quarta-feira aumentos salariais e cortes de impostos, em uma tentativa de recuperar o apoio da população para as eleições presidenciais de Outubro, alterando suas políticas de austeridade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Macri, que sofreu um duro desastre eleitoral nas primárias de domingo contra o peronista de centro-esquerda Alberto Fernández, anunciou benefícios salariais, redução de tributos para os trabalhadores e congelamento do preço da gasolina por 90 dias.

Quanto ao aumento no salário mínimo, actualmente de 12.500 pesos (208 dólares) e que está abaixo do custo da cesta básica, o valor ainda não foi especificado.

"A minha tarefa é garantir uma óptima governação. O diálogo é o único caminho. A incerteza causou muitos danos e nos obriga a sermos responsáveis. Quero transmitir paz de espírito neste processo eleitoral que começou", disse o presidente em uma mensagem divulgada antes da abertura dos mercados, abalados desde segunda-feira por uma corrida cambial.

Macri escreveu nas redes sociais que teve uma "boa e longa conversa" com Alberto Fernández. "Ele prometeu colaborar em tudo o que for possível para que esse processo eleitoral e a incerteza política que isso gera não afecta a economia", escreveu no twitter.

Em reacção aos resultados eleitorais, na segunda-feira a moeda argentina se desvalorizou quase 20 porcento e a Bolsa de Buenos Aires caiu 38 porcento, enquanto as acções e títulos argentinos caíram em Nova York.

Após o anúncio de quarta, a moeda argentina continuou a perder valor, cotada a 62,45 pesos por dólar no meio da tarde. Já a Bolsa caía 3,62% uma hora e meia antes do fechamento.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 12/08/2019 11:16:39

    Alberto Fernández candidato presidencial mais votado nas primárias na Argentina

    Buenos Aires - O candidato a Presidente da Argentina Alberto Fernández foi o mais votado nas eleições primárias deste domingo, levando o chefe de Estado, Mauricio Macri, a admitir a derrota, indicaram resultados preliminares.

  • 12/08/2019 06:18:34

    Alejandro Giammttei eleito novo presidente da Guatemala

    Cidade da Guatemala - O conservador Alejandro Giammattei venceu neste domingo a ex-primeira-dama Sandra Torres na segunda volta das eleições da Guatemala e será o sucessor de Jimmy Morales na presidência do país.

  • 11/08/2019 17:55:02

    Guatemala elege presidente

    Cidade da Guatemala - Os centros de votação abriram neste domingo na Guatemala para a eleição do presidente, em uma disputa cujo vencedor terá o desafio de enfrentar a pobreza, corrupção e violência.