Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

02 Setembro de 2019 | 21h53 - Actualizado em 02 Setembro de 2019 | 21h58

Cirurgia de Bolsonaro faz Mourão cancelar viagem ao Reino Unido

Rio de Janeiro - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) indicou, nas redes sociais, que deverá ficar "uns dez dias" afastado do cargo em razão de uma nova cirurgia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao UOL, o médico António Macedo disse que "o presidente fará uma nova cirurgia para a correcção de uma hérnia incisional" no local das últimas intervenções cirúrgicas.

No próximo dia seis, completa-se um ano do ataque a facada sofrido pelo político durante a campanha eleitoral. A cirurgia será realizada no dia oito no hospital Vila Nova Star, em São Paulo.

A necessidade foi constatada após uma consulta de rotina, quando o médico elogiou a saúde do presidente.

Assuntos Cooperação  

Leia também
  • 30/08/2019 18:38:43

    UE estuda acordos "complementares" para consenso com Irão

    Helsínquia - A chefe da diplomacia europeia admitiu hoje, em Helsínquia, que a União Europeia (UE) está a analisar novas formas de conseguir consenso com o Irão relativamente ao programa de mísseis, apontando que novos acordos serão sempre "complementares" ao que já existe.

  • 27/08/2019 19:08:41

    Moscovo e Ancara partilham "preocupações sérias" com situação em Idlib

    Moscovo - Os governos da Rússia e Turquia partilham "preocupações sérias" com a situação na região síria de Idlib (noroeste), palco de intensos combates, declarou hoje o presidente russo, Vladimir Putin, após um encontro com o seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan.

  • 27/08/2019 17:45:34

    Trump elogia os esforços de Bolsonaro pelos incêndios na Amazônia

    Washington- O presidente americano Donald Trump elogiou, nesta terça-feira, os esforços do seu colega brasileiro, Jair Bolsonaro, para combater incêndios na Amazônia, observando que a sua administração tem o "apoio total e completo" dos Estados Unidos.