Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

12 Setembro de 2019 | 12h30 - Actualizado em 12 Setembro de 2019 | 13h04

Música que apela à mobilização torna-se hino dos protestos em Hong Kong

Hong Kong - Uma música composta por um anónimo, que apela à mobilização das pessoas, tornou-se em poucos dias no hino não-oficial dos protestos em Hong Kong, sendo cantada pelos manifestantes nas ruas, nos centros comerciais e até nos estádios, noticiou nesta quinta-feira a Lusa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira de Hong Kong

Foto: Divulgação

'Glória a Hong Kong' apareceu na rede social YouTube a 31 de Agosto e foi rapidamente adoptada pelas multidões que protestam há mais de três meses pelo recuo das liberdades e direitos na ex-colónia britânica e pelas interferências de Pequim nos assuntos de Hong Kong.

"Por todas as lágrimas derramadas em nossa terra. Ouçam a cólera em nossos prantos" (...). "Levante-se e tome a palavra, nossa voz em eco. A liberdade nos iluminará", diz um trecho da música.

Em menos de duas semanas, a versão original foi vista mais de 1,3 milhão de vezes e proporcionou múltiplas versões, incluindo a de uma orquestra a usar capacetes, óculos e máscaras de gás, objectos emblemáticos da contestação em Hong Kong.

Todas as noites desta semana, manifestantes reuniram-se em centros comerciais da cidade para cantar essa música.

Os meios de comunicação locais mostraram os manifestantes a cantar a música pelos vários centros comerciais, bem como em outros pontos de Hong Kong, inclusive nas proximidades de uma estação de metro.

Na quarta-feira à noite, centenas de manifestantes encontraram-se no bairro de Sha Tin para entoar o cântico.

Já na noite de terça-feira, antes do jogo de futebol entre Hong Kong e Irão, os adeptos locais vaiaram o hino chinês 'Marcha dos Voluntários', quando este foi tocado no estádio antes do início do jogo, tendo cantado 'Glória a Hong Kong' quando a partida teve início.

A indignação com a bandeira ou o hino chinês, que também é o hino de Hong Kong, é um crime na China continental.

Assuntos Manifestações  

Leia também
  • 10/09/2019 03:35:29

    Conservadores protestam contra o novo governo Italiano

    Roma - Centenas de pessoas participaram, na tarde desta segunda-feira, na manifestação frente ao Parlamento de Roma contra o novo governo liderado por Giuseppe Conte, num protesto convocado pelo partido Irmãos de Itália e que contou com apoiantes da Liga de Matteo Salvini.

  • 09/09/2019 13:38:59

    Alunos de Hong Kong formam cordão humano solidário com manifestantes

    Hong Kong - Milhares de estudantes estão a formar nesta segunda-feira um cordão humano em várias escolas de Hong Kong em solidariedade para com os manifestantes pró-democracia, após mais um fim-de-semana marcado por violentos confrontos, noticiou a Lusa.

  • 08/09/2019 03:25:23

    Activistas contra mudança climática protestam

    Veneza - Centenas de manifestantes ocuparam o tapete vermelho festival de cinema de Veneza durante várias horas neste sábado, exigindo acções para combater a mudança climática e para proibir que cruzeiros entrem na cidade.