Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

09 Outubro de 2019 | 15h34 - Actualizado em 09 Outubro de 2019 | 17h29

Erdogan anuncia início da operação militar turca no nordeste da Síria

Ancara - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta quarta-feira o início da operação no nordeste da Síria que visa o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), organização classificada como terrorista na Turquia, e o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e diversos outros países).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Recep Tayyip Erdogan, Presidente da Turquia

Foto: Divulgação

Prevê-se que a fase inicial da operação seja a tomada do controlo sobre as cidades sírias de Ras al-Ayn e Tel Abyad. A este respeito, as zonas fronteiriças turcas de Akcakale e Ceylanpinar deverão tornar-se os principais centros de partida da operação.

"A Operação 'Fonte de Paz' das Forças Armadas da Turquia, em conjunto com o Exército Livre da Síria, contra os PKK/YPG e o Daesh no nordeste da Síria já começou. Os nossos objectivos são destruir o corredor terrorista que estão a tentar criar nas nossas fronteiras meridionais e trazer paz e tranquilidade à região", indicou o presidente turco.

Os principais ataques são dirigidos contra as posições das Forças Democráticas Sírias (SDF) nas proximidades da cidade de Ras al-Ayn e estão a ser realizados ataques contra a cidade fronteiriça síria de Tel Abyad na província de Raqqa.

Na cidade de Ras al-Ayn já se registaram as primeiras vítimas entre civis e combatentes das SDF. Por outro lado, perto da povoação síria de Alok começou o desmantelamento do muro de betão que se ergue na fronteira entre a Síria e a Turquia.

Chegaram reforços para as SDF estacionadas perto da povoação de Tel Hamam Turkaman, na área de Tel Abyad, e há baixas nas fileiras das SDF perto da povoação de Hoshan, no norte da província de Raqqa.

Combatentes das SDF queimam pneus de viaturas e produtos petrolíferos em Ras al-Ayn para criar uma cortina de fumaça para protecção contra as aeronaves turcas.

Recep Tayyip Erdogan disse a 05 de Outubro que a decisão sobre a operação turca no nordeste da Síria ao leste do Eufrates poderia ser tomada nos próximos dias. 

"Mais cedo hoje, o presidente russo Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan discutiram ao telefone sobre a operação militar turca e observaram a importância de assegurar a unidade e integridade territorial da Síria e o respeito pela sua soberania", segundo o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Os principais objectivos da operação turca são a limpeza do território sírio que faz fronteira com a Turquia das forças de autodefesa curdas sírias, a criação de uma zona de segurança nessa área e a instalação dos refugiados sírios que estão na Turquia.

Ancara tinha declarado anteriormente que tinha quatro milhões de refugiados e que não podia mantê-los indefinidamente. Entretanto, o governo da Síria não reconhece a administração autónoma no nordeste da Síria, que controla o território a leste do Eufrates.

Assuntos Conflito  

Leia também