Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

15 Janeiro de 2020 | 13h28 - Actualizado em 15 Janeiro de 2020 | 13h28

Força aérea israelita ataca aeroporto militar

Damasco - A força aérea de Israel atacou hoje um aeroporto militar na província de Homs, na Síria, e Damasco respondeu activando o sistema de defesa antiaérea, de acordo com a agência de notícias oficial síria, Sana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo a agência Sana, citada pela France-Presse, a "força aérea israelita" realizou um "ataque" contra um aeroporto militar em Homs.

"(O sistema de) defesa antiaérea confrontou os mísseis inimigos, abatendo vários" projécteis, assegurou fonte militar à agência de notícias estatal, sem relatar, contudo, a existência de danos materiais.

Assuntos Conflito  

Leia também
  • 14/01/2020 17:22:42

    Hackers russos atacaram empresa ucraniana

    Washington - Hackers russos atacaram a empresa ucraniana para a qual trabalhava o filho de Joe Biden, ex-vice-presidente dos Estados Unidos e um dos favoritos nas primárias do Partido Democrata para enfrentar Donald Trump nas eleições de 2020.

  • 14/01/2020 16:48:54

    Irão defende expulsão do embaixador britânico no seu país

    Teerão - A Justiça do Irão afirmou hoje que o embaixador do Reino Unido em Teerão, Rob Macaire, deveria ser expulso por "interferir nos assuntos internos do país", após o diplomata participar num protesto contra o governo da capital local.

  • 14/01/2020 16:28:04

    Irão alerta para consequências de eventuais sanções sobre acordo nuclear

    Teerão - O governo iraniano alertou hoje as autoridades da Alemanha, Inglaterra e França para "as consequências" da decisão de iniciar um processo de resolução de disputas no âmbito do acordo nuclear internacional iraniano de 2015, caso implique novas sanções ao país.