Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

15 Janeiro de 2020 | 06h17 - Actualizado em 15 Janeiro de 2020 | 10h38

Líder guatemalteco promete combater pobreza e corrupção

Cidade da Guatemala - O médico de direita Alejandro Giammattei assumiu, esta terça-feira, a presidência da Guatemala, em substituição ao impopular Jimmy Morales, com a promessa de atacar a corrupção e conter os altos índices de pobreza.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da República da Guatemala

Foto: Divulgação

Giammattei, 63 anos, foi empossado como 51º mandatário da Guatemala pelo novo presidente do Congresso, o governista Allan Rodríguez, num acto solene no Centro Cultural Miguel Ángel Asturias da capital.

Assistiram à cerimónia os presidentes Iván Duque, da Colômbia; Lenin Moreno, do Equador; Nayib Bukele, de El Salvador; Juan Orlando Hernández, das Honduras; Laurentino Cortizo, do Panamá; e Danilo Medina, da República Dominicana.

No seu discurso de posse, Giammattei disse que apresentará ao Congresso "um projecto de lei para declarar as “maras e quadrilhas grupos terroristas".

Chegou "o momento de haver paz para o nosso povo, o momento no qual o Estado enfrentará com firmeza este flagelo que extorque, assassina e não deixa os guatemaltecos empreendedores se desenvolverem com toda a nossa energia".

"O momento no qual já não identificaremos a Guatemala como um país violento. Esta lei nos permitirá perseguir, julgar e condenar pelo que são: grupos terroristas".

"Enfrentaremos isto com todo o peso e rigor que a lei nos permitir. É urgente atacar as causas estruturais que dão origem a esta praga".

De carácter forte, Giammattei ganhou notoriedade como director de prisões públicas entre 2006 e 2007. Na campanha, prometeu combater a pobreza, algo que diz "conhecer de perto" e que espera reduzir para 25% até 2032.

A pobreza afecta 59,3% dos 15 milhões de habitantes da Guatemala e é um dos factores que impulsionam a migração ilegal de milhares de guatemaltecos a cada ano para os Estados Unidos.

Para atingir seus objectivos, Giammattei aposta no Plano Nacional de Inovação e Desenvolvimento, que tem como pilares a economia, competitividade e prosperidade, desenvolvimento social, governação e segurança.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 15/01/2020 00:40:59

    Moradores recusam-se deixar casas perto de vulcão

    Manila - Quase 40 mil pessoas foram retiradas das proximidades de um vulcão nas Filipinas que pode entrar em erupção a qualquer momento, mas outras milhares recusam-se a sair ou já voltaram, informaram autoridades do país, nesta terça-feira.

  • 14/01/2020 23:23:58

    Boeing anuncia redução de pedidos de compra em 2019

    Nova Iorque - A Boeing anunciou, esta terça-feira, uma redução de pedidos de compra em 2019, assim como na entrega de aeronaves enquanto se estende a proibição mundial de voo para seus 737 MAX.

  • 14/01/2020 23:16:35

    Democratas votam envio de acusações de impeachment de Trump

    Washington - A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, controlada pelos democratas, vota na quarta-feira o envio ao Senado das acusações formais de impeachment contra o presidente Donald Trump, disseram parlamentares nesta terça-feira, o que pode fazer o julgamento de Trump começar ainda nesta semana.