Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

20 Março de 2020 | 12h38 - Actualizado em 20 Março de 2020 | 12h37

Covid-19: Itália e Espanha estão a usar apps de localização para combater

Roma - Os governos de países europeus como a Itália e a Espanha (entre os mais afectados) decidiram usar dados de localização da população.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo o La Vanguarda, a China e a Coreia do Sul combateram a disseminação da Covid-19 com uso de apps capazes de vigiar a movimentação dos doentes ou pessoas que estiveram em contacto com eles.

Os testes feitos em massa da Coreia do Sul ajudaram certamente a identificar os maiores focos de contágio e a manter o número de mortos mais baixo - até à data menos de 9 mil, contra os mais de 40 mil de Itália e 18 mil de Espanha.

O exemplo começou a ser seguido em Itália através de uma aplicação que, de forma anónima, segue os movimentos da população.

Uma app semelhante também chegou recentemente a Madrid, Espanha, e tem como objectivo aceder à localização (com as devidas autorizações) e oferecer conselhos e medidas preventivas combater o avanço da doença.

É possível que a app chegue em breve a todo o território espanhol mas, de momento, os especialistas ainda estão a avaliar a possibilidade.

Ainda que o uso de dados privados como localização seja algo mal visto pelos internautas, os governos estão a avaliar a hipótese de usar Big Data (análise de dados massivos e anónimos) com a ajuda de gigantes tecnológicas para conseguir lidar com a crise.

Assuntos Internacional  

Leia também