Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

29 Maio de 2020 | 21h22 - Actualizado em 29 Maio de 2020 | 21h22

Covid-19: Trump anuncia que Estados Unidos romperam ligação à OMS

Washington - O Presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou hoje, 29, que terminou o relacionamento entre os Estados Unidos e a Organização Mundial de Saúde (OMS), que acusou de ser inapta na gestão da pandemia de covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Donald Trump, Presidente dos EUA (Foto arquivo)

Foto: Google Divulgação

Donald Trump alega que a OMS não soube responder de forma eficaz ao seu apelo para introduzir alterações no seu modelo de financiamento, depois de já ter ameaçado cortar o financiamento norte-americano a esta organização das Nações Unidas, acusando-a de ser demasiado benevolente com o Governo chinês.

“Porque falharam em fazer as reformas necessárias e requeridas, terminamos o nosso relacionamento com a Organização Mundial de Saúde e iremos redireccionar os fundos para outras necessidades urgentes e globais de saúde pública que possam surgir”, disse Trump, em declarações aos jornalistas.

No início deste mês, o Presidente norte-americano tinha feito um ultimato à OMS, ameaçando cortar a ligação à organização se não fossem feitas reformas profundas na sua estrutura e no seu ‘modus operandi’.

Nessa altura, Trump suspendeu temporariamente o financiamento à OMS, no valor que está estimado em cerca de 400 milhões de euros anuais, o que corresponde a 15% do orçamento da organização.

Trump acusou a OMS de ter feito uma gestão ineficaz de combate à pandemia de covid-19 e de ter sido conivente com o Governo chinês, alegando que Pequim reteve informação relevante sobre a propagação do novo coronavírus, que aumentou os riscos da crise sanitária global.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 360 mil mortos e infectou mais de 5,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,3 milhões de doentes foram considerados curados.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 30/05/2020 03:16:36

    Biden acusa Trump de incitação à violência

    Washington - O candidato democrata às presidenciais dos EUA, Joe Biden, disse nesta sexta-feira que a "ferida aberta" do racismo está por detrás do assassínio de um homem negro em Minneapolis, acusando o Presidente Donald Trump de incitação à violência.

  • 30/05/2020 02:31:01

    EUA suspendem entrada de cidadãos chineses considerados de "risco"

    Washington - Os Estados Unidos vão suspender a entrada de cidadãos da China que sejam considerados como "potenciais riscos" para a segurança do país, anunciou nesta sexta-feira o Presidente norte-americano, Donald Trump.

  • 29/05/2020 23:31:19

    Confirmados 13 casos de Covid-19 na Presidência da Colômbia

    Bogotá - A Presidência da Colômbia registou hoje 13 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, com o chefe de Estado, Iván Duque, e o seu círculo mais próximo a apresentarem resultados negativos nos testes, anunciou o Governo do país sul-americano.

  • 29/05/2020 21:52:41

    Covid-19: Síntese Mundial

    Paris - A pandemia causad pelo novo coronavírus já matou 362.028 pessoas e infectou mais de 5,8 milhões em todo o mundo desde Dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 19h00 GMT de hoje, baseado em dados oficiais.