Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

16 Setembro de 2020 | 10h25 - Actualizado em 16 Setembro de 2020 | 10h25

Estado da União: Von der Leyen defende salário mínimo para todos na Europa

Bruxelas - A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou hoje perante o Parlamento Europeu, em Bruxelas, que vai propor em breve um quadro legal com vista a garantir um salário mínimo para todos os cidadãos na Europa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen (Foto arquivo)

Foto: Divulgação

“A Comissão vai apresentar uma proposta legal para apoiar os Estados-membros a estabelecer um quadro para salários mínimos. Todos devem ter acesso a salários mínimos, quer através de acordos colectivos, quer através de rendimentos mínimos estabelecidos”, defendeu a antiga ministra do Trabalho alemã, no seu primeiro discurso sobre o Estado da União enquanto presidente do executivo comunitário.

Na parte do discurso centrada na área económica, Von der Leyen defendeu também que, enquanto a pandemia da covid-19 não abrandar e a incerteza se mantiver, na Europa e à escala global, devem ser mantidos os estímulos à economia.

A presidente da Comissão sublinhou durante a sua intervenção o impacto decisivo que tiveram as redes de segurança estabelecidas para proteger empresas e trabalhadores da crise sem precedentes provocada pela pandemia, que, reforçou, ainda não foi vencida.

“Definitivamente, este não é o momento de retirar apoios”, disse, ainda que admitindo ser necessário garantir a sustentabilidade orçamental em paralelo com os apoios às empresas e trabalhadores.

O Parlamento Europeu é hoje palco do discurso sobre o Estado da União, o primeiro proferido pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o primeiro realizado em Bruxelas, devido à covid-19, o tema incontornável este ano.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 16/09/2020 19:15:05

    Boris Johnson "esperançoso" num acordo de comércio com UE

    Londres - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou hoje estar "esperançoso" em chegar a um acordo pós-Brexit com a União Europeia (UE), apesar do impasse nas negociações e das tensões criadas por uma proposta de lei britânica que revoga compromissos anteriores.

  • 16/09/2020 18:31:58

    OTAN garante que manterá plano de formação militar no Iraque

    Bruxelas - O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, garantiu hoje ao chefe da diplomacia iraquiana, Fuad Hussein, que a aliança manterá o seu envolvimento no treino das forças de segurança do seu país.

  • 16/09/2020 15:11:12

    Alemanha suspende 29 polícias envolvidos em redes neonazis

    Berlim - As autoridades alemãs suspenderam 29 polícias suspeitos de difundirem propaganda de extrema-direita em grupos de conversação telefónica (WhatsApp) activos há vários anos, disseram hoje fontes oficiais, citadas pela Lusa.

  • 16/09/2020 14:31:06

    Estado da União: Von der Leyen anuncia plano de acção contra racismo

    Bruxelas - A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou hoje a intenção de criar um plano de acção contra o racismo e os crimes de ódio, afirmando que "ódio é ódio e ninguém deve ser sujeito a isso".