Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

15 Setembro de 2020 | 23h16 - Actualizado em 15 Setembro de 2020 | 21h52

Trump reconhece ter considerado eliminar Bashar al-Assad em 2017

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu hoje que ponderou mandar eliminar o Presidente sírio, Bashar al-Assad, em 2017, mas não o fez porque o então secretário da Defesa, James Mattis, se opôs à ideia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Donald Trump, Presidente dos EUA (Foto arquivo)

Foto: Google Divulgação

"Eu teria preferido eliminá-lo. Tinha-me assegurado de que fosse planeado" o homicídio de Bashar al-Assad, depois do ataque químico de Abril de 2017, que foi atribuído ao regime de Damasco, disse Trump em entrevista ao canal de televisão norte-americano Fox News, citado pela agência France-Presse (AFP).

Contudo, "Mattis não queria fazer isso", prosseguiu Trump, considerando que o antigo secretário da Defesa dos Estados Unidos era "grosseiramente super-estimado".

As declarações de Trump contradizem, no entanto, as proferidas em Setembro de 2018.

O homicídio do chefe de Estado sírio "nunca foi discutido", disse na altura Donald Trump.

O Presidente norte-americano respondia a questões durante uma entrevista na Sala Oval, na Casa Branca, em Washington, relativamente a uma passagem da obra "Fear: Trump in the White House", de Bob Woodward, segundo a qual Trump terá ligado ao titular a pasta da Defesa a pedir para assassinar o Presidente sírio.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 15/09/2020 22:56:09

    ONU denuncia severa degradação da situação no Iémen

    Nova Iorque - Responsáveis das Nações Unidas manifestaram terça-feira junto do Conselho de Segurança o seu pessimismo sobre a deterioração da situação no Iémen, onde "o espectro da fome está mais presente", denunciando que vários doadores árabes falharam nas suas promessas.

  • 15/09/2020 22:31:26

    Mahmoud Abbas diz que não haverá paz sem fim da ocupação de territórios

    Jerusalém Oriental - O Presidente palestiniano, Mahmoud Abbas, afirmou hoje que "não haverá paz" no Médio Oriente sem o "fim da ocupação" de territórios palestinianos, ao reagir aos acordos de normalização das relações dos Emirados Árabes Unidos e do Bahrein com Israel.

  • 15/09/2020 21:16:30

    Covid-19: Síntese Mundial

    Paris - A pandemia do novo coronavírus já causou a morte de mais de 929 mil pessoas e infectou mais de 29,3 milhões em todo o mundo desde Dezembro, segundo um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.