Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

18 Outubro de 2020 | 12h38 - Actualizado em 18 Outubro de 2020 | 12h38

Mais de uma dezena de mortos e 100 feridos em atentado no Afeganistão

Cabul - A explosão de um carro armadilhado hoje de manhã na cidade de Firozkoh, na zona oeste do Afeganistão, provocou mais de uma dezena de mortos e uma centena de feridos, segundo relatos de autoridades locais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira do Afeganistão

Foto: foto divulgação

"Hoje, por volta das 11h00 locais (07h30 em Angola), os terroristas detonaram um veículo carregado de explosivos perto da entrada do quartel provincial da polícia", afirmou o Ministério do Interior em comunicado citado pela agência de notícias espanhola EFE.

Em declarações à EFE, o porta-voz do departamento de saúde, Jumagul Yaqoobi, revelou que até ao momento foram retirados do local "13 cadáveres" e que estão "95 feridos" no seu hospital na província de Ghor, a oeste do Afeganistão.

Já a agência de notícias Associated Press (AP) dá conta de 12 mortos e "mais de cem feridos", baseando-se nas declarações de Mohammad Omer Lalzad, responsável de um hospital em Ghor.

Segundo Omere Lalzad, as equipas estão a tratar dezenas de pessoas com ferimentos graves e ligeiros sendo expectável um aumento do número de mortos.

Até ao momento, ainda ninguém assumiu a autoria do atentado, que ocorreu numa altura em que se regista um aumento de ataques por parte dos Talibãs.

Enquanto decorrem as negociações de paz para pôr fim a uma guerra que se arrasta há décadas, os atentados voltam a ser destaque no Afeganistão.

Na sexta-feira, os talibãs tinham concordado em suspender os ataques no sul do Afeganistão, que já provocaram a deslocação de milhares de residentes.

Assuntos Internacional  

Leia também