Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

02 Julho de 2004 | 20h42

Escritora Chó do Guri vence Prémio Palop de Literatura

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 02/07 - Com a obra "Chiquinho da Camuxiba", a escritoraangolana Chó do Guri venceu recentemente o prémio literário destinadoaos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop), promovido apartir deste ano pelo Instituto Marquês do Valle Flor, de Lisboa (Portugal).

Em declarações hoje à Angop, a escritora, visivelmente satisfeita peloprémio, fez saber que recebeu esta comunicação quarta-feira, através deum telefonema da organizadora do concurso, tendo-lhe sido solicitada asua presença em Portugal no mês de Outubro próximo para a recepção do galardão.

A obra retrata a condição de mendicidade de Chiquinho, rapaz que residia na comuna da Camuxiba, município da Samba (Luanda), que para comer tinha de pedir esmolas.

Segundo a autora, este livro, de cerca de 250 páginas, é uma chamadade atenção à sociedade no sentido de se ajudarem as crianças de rua, paraque possam sair da difícil situação em que se encontram.

"Se toda gente apregoa por aí que as crianças são o futuro do país,então algo temos de fazer por elas, caso contrário teremos um amanhãmuito perigoso", asseverou Chó de Guri.

A obra retrata igualmente os aspectos sociais do município daCamuxiba, como a actividade piscatória, e do país, entre 1992 e 2002.

"Esse prémio vai fazer com que eu resgate o meu orgulho, a minhaauto-confiança para continuar a escrever, dado que no país não é fácilpublicar-se um livro", disse.

Não obstante os constrangimentos, aconselhou a nova vaga deescritores a publicarem as suas criações e estarem em cima dos acontecimentos, porque ser escritor requer muita dedicação e vontade.

Chó do Guri, pseudónimo literário de Maria de Fátima, é natural daKibala, província do Kwanza-Sul. A sua dedicação activa a escrita data de 1986, altura em parte para Portugal com o objectivo de fazer o curso de ciências farmacêuticas.

A 1ºedição do Prémio Palop de Literatura, promovido pelo Instituto Marquês do Valle Flor, de Lisboa (Portugal), esteve aberto ao público africano de língua oficial portuguesa de Outubro a Dezembro de 2003.