Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

04 Janeiro de 2006 | 10h32

Biografia da cantora Lourdes Van-Dúnen

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lourdes Van-Dúnen, uma das vozes femininas de referência da música popular angolana, faleceu hoje em Luanda

Foto: Foto Angop

Luanda, 04/01 - A cantora angolana Maria de Lourdes Pereira dos Santos Van-Dúnen, falecida hoje em Luanda, na Clínica Multiperfil, por doença, nasceu aos 29 de Abril de 1935, na capitaldo país.

Fez o ensino primário na Liga Nacional Africana, e o secundário no Colégio Dona Ana de Castro e Silva e posteriormente no Liceu D.João II, tendo como habilitações literárias o 2º ano liceal.

Começou a cantar no colégio ainda muito jovem, e aos poucos foi-se evidenciado, até que começou a ganhar prestígio, sendo conhecida naslides musicais por Lourdes Van-Dúnem, a intérprete da canção "Monami"que foi o seu primeiro êxito.

Iniciou a sua carreira nos anos 60 com o agrupamento musical "Ngola Ritmos", fez várias tournées por Angola e Portugal e gravou o seu primeiro disco "Monami", tendo feito os restantes trabalhos com o agrupamento musical os Jovens do Prenda.

Através da então Secretaria de Estado da Cultura, nos fins de 80 e início dos anos 90 fez várias tournées artísticas pelo norte e sul de Portugal, havendo a destacar a participação na "Quinzena Cultural Angolana", em Lisboa.

Visitou várias vezes o Brasil, destacando-se actuações nas comemorações do "Zumbi dos Palmares", a convite do conceituado artista brasileiro Martinho da Vila.

Nos anos 80 fez uma digressão artística à Argélia, iniciado em Argel, actuando posteriormente em outras regiões desse país.

De 09 a 12 de Junho de 1987 com Filipe Mukenga e por ocasião do dia de Portugal, actua no Hotel Presidente Meridien, Luanda.

Em 29 Março de 1991 é outorgada com o diploma de " Voz Feminina mais antiga da República de Angola", pelo Hotel Turismo.

Participou na "Expo 92" em Sevilha, Espanha.

No dia 31 de Junho de 1993 é-lhe atribuída o diploma de honra "homenagem aos Pilares da Música Angolana".

Em 20 de Fevereiro de 1994 participa num programa realizado pela TPA, intitulado "Show do Mês", tendo dois anos mais tarde, em 1996, participado no festival da SADC- em Harare, no Zimbabwe.

Neste mesmo ano, efectua uma tourneé por vários países com o propósito de pesquisar dados para o que viria a ser conhecido por projecto "SOWHY", do C.I.C.V. e no mesmo ano participa na gravação do disco SOWHY, em Paris.

Ainda em 29 de Agosto de 1996, gravou em Portugal o seu compacto disco "Ser Mulher".

Outra distinção relevante neste ano, precisamente a 24 de Janeiro de 1996, foi a atribuição do "diploma do governo da Cidade de Luanda", pelos serviços prestados à cultura, por ocasião das comemorações do 420º aniversario da fundação da cidade de Luanda.

Em 1997 participou no festival do C.I.C.V. em Paris em "Lê Parc de la Villette. Em 02 de Janeiro deste mesmo ano a editora "Nova África/Portugal", efectua a segunda edição do CD "Ser Mulher".

Em 28 de Agosto de 1997 é convidada pela Direcção Nacional do Protocolo de Estado da República de Angola a participar na apresentação de cumprimentos por ocasião do 48º aniversário natalício do Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos.

Em 03 de Setembro de 1997 participa e encerra o festival de "Sun City" na África do Sul. Em Outubro participa no "baile das estrelas" realizada no restaurante XL, e foi premiada com o diploma de "A Mais Poderosa da Música Angolana".

Em Novembro de 1997 foi membro do júri do projecto da canção "Luanda a nossa casa comum" do Governo Provincial de Luanda. A 31 de Dezembro do citado ano é outorgada com o diploma da Rádio Nacional de Angola, programa de fim de ano " Da mulher Voz Feminina na valorização da música Angolana".

Aos 09 de Fevereiro de 1998 recebe uma carta de reconhecimento pela sua participação na Semana Angolana, no Hotel Presidente Meridien, de Luanda.

A 14 de Fevereiro de 1998 foi membro do júri da eleição da Miss Angola 98. Aos 08 de Março deste ano participa no espectáculo alusivo ao Dia Internacional da Mulher, na residência da Primeira Dama da República de Angola, Ana Paula dos Santos.

Em 1998 participa como convidada especial nas gravações dos CDs "Projecto Pomba Branca" e de Nila Borja.

Para além de cantora, Lourdes Van-Dúnen, um dos expoentes máximos da música angolana, era também florista.

A cantora Lourdes Van-Dúnen deixa uma filha.